Desabafo

Cataratas arco-íris

Minhas Férias de Julho…

Todo mundo sabe que sou uma A-P-A-I-X-O-N-A-DA pela minha cidade e que sou suspeita pra falar, mas neste momento, preciso desabafar com algo que esta pegando muito. Nada como sair um pouco do seu mundinho e poder ver ele, de fora.

Morei a vida toda em Foz do Iguaçu mas agora estou a um ano em SP. Sempre trabalhei pela minha cidade, e trabalhei muito. Não entendia o que acontecia que a coisa não vingava…toda vez que visitava uma agencia de turismo que trabalhava com o mercado nacional escutava a mesma coisa: As pessoas querem nordeste, Gramado, Bonito…nada de Cataratas.

Sempre tentei justificar: A cidade é linda, tem produtos incríveis e de alta qualidade para se comprar, tríplice fronteira, hotéis maravilhosos, restaurantes baratos…mas nada disso adiantava.

Quando eu perguntava para alguém mais experiente recebia a resposta: falta de política. Tudo bem, mas o que mais falta? Comprometimento? Visão nova?

Comecei a olhar os destinos mais procurados e o perfil deste consumidor. Fazendo uma pesquisa simples, percebi que quem faz com que um destino “apareça” não é mais como antes, Asssociações, grupos de terceira idade, Agencia de turismo…o mesmo de sempre não funciona mais.

Surge um novo perfil de formadores de opinião. Eles são jovens, na faixa dos seus 30 anos, já estão bem resolvidos financeiramente ou pelo menos sabem onde querem chegar, fazem MBA, são bem relacionados, vão em bons restaurantes, usam MP5, 6, 7….Geralmente não tem filhos e querem aproveitar o melhor da vida. São solteiros ou casados. Tem dinheiro para gastar viajando.

Com o olhar agora para os destinos, vejo que eles tem investidores, esse é um dos principais motivos para que funcionam praticamente 24h por dia, ou pelos menos até uma certa hora da noite. Tem calçadão pra passear, lugares para não se fazer nada, só pra ver gente bonita circulando e conseqüentemente gastar por ali se for o caso.

Eles não estão só na mídia do circuito turístico, mas estão nos eventos para noivas, e também tem seus próprios eventos como atrativo adicional, atraindo sempre pessoas famosas, artistas, músicos etc…estão envolvidos de certa forma com tudo um pouco, estão mexendo com os sentimentos das pessoas. Elas desejam estar lá.

Qual era mesmo o título deste post? Ah…gostaria de falar um pouco sobre as minhas férias, que tive a grata felicidade de ir pra Foz, claro.

Quis sair para jantar, mas como já era após as 22h não tinha nenhuma opção disponível, ok. Passear em algum lugar no fim de tarde de sábado? Ver lojinhas, pessoas, quiosques, barzinhos com mesinhas pra fora…nem pensar!

Mas o que mais me chocou, foi querer comprar qualquer coisa no domingo e descobrir que os mercados não abrem mais!!!

Amo minha cidade e vou continuar lutando por ela, mesmo que neste momento não possa fazer nada, pelo menos posso desabafar.

Reflitam!!!!

Anúncios

3 pensamentos sobre “Desabafo

  1. Desde que comecei a trabalhar no turismo, no jornalismo especializado em turismo, vivo pregando, a gente tem que parar de olhar para o próprio umbigo, temos que deixa de olhar a cidade de dentro, o melhor a fazer é sempre olhar de fora, passar um tempo fora, olhar o que as pessoas vêem na nossa cidade, e melhor ainda, ver porque não nos enxergam como gostaríamos de nos enxergássemos.

    Mas como o velho ditado que a esperança é a última que morre, espero um dia ver nossa cidade (que assim deveria ser vista, COMO NOSSA E NÃO SÓ MINHA) alcançar o seu mérito e a visitação que merece. Um dia vai aparecer uma “maluco”que vai entender que não podemos tratar o turismo como algo que qualquer um pode tocar ou fazer. Isso não acontece em outras áreas e um dia vai acontecer no turismo.

    O dia que isso acontecer, vamos olhar para trás ver que o que vivemos no hoje é a Idade da Pedra…

    Um dia EVOLUIMOS.

  2. Assim como Sílvia, sou de foz do iguaçú, também fico chocada com tudo isso, mais como ainda sou moradora desta cidade, tenho mais a acrescentar.
    Alem da falta de opção de passeio, os turistas também sofrem com a falta de segurança nas estradas, que nem de ruas podem ser chamadas mais, a AV. das Cataratas é um exemplo, (imagino que seja para que o turista veja diferença entre cidade e floresta), alem disso também devem ficar atentos por que sempre tem algum malandro de olho em seus pertences, mais isso já é normal em toda cidade turística, só um exemplo de segurança;
    TENHO UM PRIMO TAXISTA, QUE TRABALHA NO AEROPORTO DE FOZ DO IGUAÇÚ, A ALGUNS DIAS ELE PEGOU UMA “CORRIDA” COM DOIS TURISTAS ALEMÃES, O DESTINO ERA MARECHAL CÂNDIDO RONDON, CIDADE PRÓXIMA, NO MEIO DO CAMINHO EM UMA BR, FOI ABORDADO POR BANDIDOS QUE LEVARAM SEU CARRO E MALAS DOS PASSAGEIROS.
    Sei que ninguém esta livre disso, mais não são os primeiros, e nem serão os últimos…
    AMO MUITO ESTA CIDADE, E GOSTARIA DE MAIS SEGURANÇA!
    PARA TURISTAS E CIDADÃOS IGUAÇUENSES .

  3. Foz… AAAhhh…. foz! Também amo e entendo o que vc diz… e choro pelo mesmo motivo =(…. só que quanto aos mercados não abrirem no domingo….. de certa forma, não fico tão triste não….. pobre dos funcionários…. têm q descansar né, Sil!! hauhauahua

    Saudades de vc *: beijo!!!!!

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s