5 dicas para viajar quase de graça

Se existe uma coisa que é melhor que viajar é viajar mais e porque não viajar quase de graça? Neste post vou dar 5 dicas para vocês ganharem crédito para viajar mais.

Já falei nesse outro post como economizamos, mas neste aqui quero trazer os links práticos para você começar a viajar agora mesmo.

  1.  Já falei várias vezes aqui o quanto eu gosto de usar o Booking.com e porque (Veja tudo nesse post).  Se você for um novo usuário e usar este link abaixo ganha  $25 de desconto para sua próxima reserva. Além disso ao se cadastrar você também poderá começar a convidar seus amigos e ganhar crédito quando eles usarem o seu link assim como eu 🙂                                                         https://www.booking.com/s/13_6/8780eac7ganhar dinheiro booking.com
  2. Use e abuse do Airbnb o site de casas para alugar (Já expliquei como funciona aqui) e que você pode achar locais incríveis bem pertinho de você ou em qualquer lugar do mundo. Use esse link para ganhar $50 dólares para sua primeira reserva. Mesma coisa que o booking.com, comece a ganhar créditos ao convidar amigos e sua viagem aos poucos vai sair de graça!!!
  3. Cadastre-se em TODOS os cartões fidelidade que você puder. Na rede IHG DE HOTÉIS por exemplo, além de ganhar pontos você tem regalias como descontos e internet free quando usa o fidelidade.  Veja mais neste video https://www.youtube.com/watch?v=we9elJJWij0&t=49s
  4. Tenha um cartão de crédito que te dê pontos e concentre suas contas lá. Nós usamos um Amex que nos de 100 mil pontos agora, já conseguimos juntar de uma vez com cartões 216 mil pontos que usamos para ir da Austrália para o Brasil. Se você mora na Austrália e usar esse link nós ganhamos pontos por referir você também  http://amex.com.au/refer/chrisf91zk?CPID=100199911
  5. Viaje de carro ou motorhome de relocação por diárias a partir de $1 dolar em vários lugares do mundo. Nós fizemos isso na Nova Zelandia. 

Essas são as formas que eu encontrei de viajar mais e quase de graça, espero que ajude você também.

 

Anúncios

Caminho de Queenstown para Christchurch

Já postei bastante coisa sobre a Nova Zelândia mas não poderia de forma alguma deixar o registro da cidade mais encantadora desse país, ou porque não arriscar dizer uma das mais incríveis que já conheci lado a da lado com Paris ou Tóquio por exemplo.

_DSC0342

Queenstown é simples, tem ruas pequenas e se concentra toda ao redor do lago, mas tem um por-do-sol fascinante que se desfaz todos os dias refletindo nas montanhas ao redor do lago. Parece uma pintura daquelas que você não explica, tem que ver.

_DSC0277

Como se só o desenho do criador já não fosse suficiente a vibe da cidade consegue deixar tudo fenomenal. Shows aquáticos, atividades esportivas e gente descolada por todo lado.

_DSC0270

Os barzinhos e as opções culinárias também não deixam nada a desejar.

_DSC0302

Parada obrigatória no Cookie Bar que já virou marca registrada da cidade.

IMG_3395

Os hotéis ficam a maioria todos muito perto de tudo então não é muito difícil decidir em relação a localização. Tivemos que dividir nossa estada antes do motorhome em dois hotéis por conta da disponibilidade mas confesso que adoro pois assim conheço mais opções.

Tivemos que dividir nossa estada em duas pois queríamos ficar no Crowne plaza somente mas não tinha disponibilidade para todo o período então ficamos também no Rieges.

Apesar do hotel estar em reforma, achei bem legal. Essa era a vista do nosso quarto para a piscina e montanhas (que não dá pra ver muito da foto).

_DSC0254

Quanto ao roteiro, Queestown não exige muito. É uma cidade pequena pra se caminhar e fazer não muita coisa, só curtir o visual e o clima. Ficaria no mínimo 3 dias. Ficamos isso e então subimos em direção a Christchurch, caminho que se fizer direto pode demorar apenas 6 horas mas levamos 2 dias pois queríamos ir sem rumo parando onde desse vontade, ainda mais viajando com um bebe de 5 meses.

Saimos de Queestown e passamos por Wanaka, Mount Cook, Tasman Glacial e Lake Tekapo.

E foi exatamente como fizemos e faríamos novamente, não mudaria nada do roteiro!

Fizemos um vlog de grande parte da viagem, espero que gostem. Nesse video também mostramos um pouco mais da Motorhome por dentro.

Ufa, acho que deu sobre Nova Zelândia, mas se quiser saber mais confere os outros posts aqui 

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais 🙂

Dicas de Viagem Internacional com Bebe

Pra quem acompanha a gente por ai sabe que acabamos de voltar da nossa maior aventura de todas, nossa ida para o Brasil com o #BabyViajante e sem o papai que teve que ficar trabalhando, por isso fiz um video explicando tudo o que aconteceu na nossa viagem e com algumas dicas de como fazer uma viagem internacional com bebe pois sei que não é nada fácil.

Espero que ajude vocês a decidirem a viajar, e claro ter uma viagem melhor.

Agora em 2017 fomos com nosso mocinho de quase 2 anos e as dicas já estão todas lá no canal também.

Quando paramos em Guarulhos na volta ficamos no Tryp Hotel veja tudo aqui!

 

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

Guardando dinheiro para viajar mais

Muita gente pensa que pra viajar precisa-se ter ou guardar dinheiro por muito tempo. Isso pode ser verdade em partes.

Já contei pra vocês nesse video como estipulamos algumas metas e como guardamos um pouco de dinheiro para viajar.

Tá certo que quando viajamos contamos só a parte boa disso, mas é importante lembrar que trabalhamos e planejamos muito para que possamos viajar ainda mais. Abro mão de ter uma diarista, não faço mais as unhas ou vou no salão toda semana (quem dirá todo mês), levo marmitinha e picnic pra onde eu posso pra economizar na alimentação (E de quebra como mais saudável), e desisto fácil de uma roupa nova para garantir mais um destino.

Família Viajante feliz na Nova Zelândia sem gastar muito viajando de motorhome.

família na nova zelandia viajando

Quando fiz esse post no ano passado começamos um cofrinho para a próxima viagem.

No inicio esquecíamos e não levamos muito a sério, mas este ano decidimos por ele em ação e temos guardado todas as moedas de $1 e $2 dólares australianos para viagem e em aproximadamente 3 meses conseguimos juntas aproximadamente $100 o que deu para pagar 3 jantares na nossa última road trip. Não parece muito mas a satisfação de ter esse dinheirinho guardado me vez voltar animada para a próxima meta e claro, próxima viagem.

***Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada reserva, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!

Mamãe de Segunda Viagem

_DSC0342.JPG

Oi Gente,

Provavelmente ao ver esse título você pensou que o segundo bebê poderia já esta a caminho, mas por enquanto essa ainda não é a novidade. Estou apenas me dando um upgrade de Mãe de primeira viagem pra na segunda, ou na verdade terceira ou quarta viagem.

Nosso bebê viajante tem apenas 7 meses e já viajamos 3 vezes com ele. A primeira viagem esta neste post e a segunda aqui.  Também fizemos recentemente uma super  viagem pela Nova Zelândia.

Já viajei muito de excursão com amigos,  a trabalho como executiva e algumas poucas vezes como mochileira, mas nunca me imaginei escrevendo sobre viagens em família ou muito menos viajando com bebês.

Viajamos muito a dois, tivemos incontáveis luas-de-mel e fizemos quase todos os destinos que queríamos antes de decidir formar uma família (ok sempre que completávamos um vinha outro então acho que seria impossível fechar essa lista um dia).

_DSC0329.JPG

Estamos casados a 8 anos e sabíamos que em algum momento das nossas vidas todas as viagens iriam mudar, mas nunca tinha parado para planejar ou mesmo pensar como seria essa realidade. Deixamos acontecer e aqui estamos.

Escolher o destino, onde ficar e a programação com certeza não é mais como antes, no entanto viajar continua sendo nossa prioridade como família pois é o que gostamos de fazer, mesmo que isso nos custe um pouco mais de esforço, planejamento e paciência.

_DSC0500.JPG

Continuem acompanhando a nossa jornada pelo mundo e em especial os próximos dias pelo Brasil onde embarcarei pela primeira vez sozinha com o Baby viajante. Vou  postar o passo-a-passo da viagem de mais de 20h que faremos – fiquem ligados!

***Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada reserva, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!

Vale a pena ir para a Ilha Norte da Nova Zelandia?

Quando começamos a planejar nossa viagem para a Nova Zelândia não tinha ideia da diferença entre uma Ilha e a outra por isso decidimos ir para a Ilha Norte e a Sul na mesma viagem. Isso é uma das coisas que eu gosto em viagens, a quantidade de coisas que se aprende antes, durante e depois da viagem de geografia, historia e cultura não esta nos livros e curso nenhum te ensina.

IMG_3025

Fiz questão de passar pelo menos 3 dias na Ilha Norte, mas vou ser sincera com vocês, depois que conheci a Ilha Sul gostaria de ter passado todos os nossos 10 dias lá. Não que a Ilha Norte não seja legal, mas pelo tempo que tinhamos e digamos que pelo o quão mais interessante me pareceu a Ilha Sul deveria ter ficado somente lá. Enfim, de qualquer forma um dia iria querer conhecer a Ilha Norte então tudo bem. Agora, pra quem esta vindo de longe como por exemplo do Brasil só pra alguns dias eu fortemente recomendo a ir somente para a Ilha Sul.

IMG_2964

Passeando pelo centro de Auckland

Para vocês entenderem melhor Auckland é a maior cidade do país e como toda grande cidade tem muitos prédios e movimento, mas nada muito turístico.

Ficamos no Hotel Kiwi Internacional que é simples mas bem localizado. Tem quartos pequenos mas acho que é o suficiente para uma noite apenas. Pra falar a verdade achei muito bem organizado para um hostel e perfeito em relação ao custo-beneficio para família.

A caminho de Rotorua

IMG_2990

A 3 horas de viagem fica uma cidadezinha chamada Rotorua que é onde ficamos por dois dias pois tem as Aguas termais e os geysers – Um tipo de  erupção na terra com jatos de agua quente, classificados como digamos que um tipo de “vulcanismo” uma das coisas mais raras e interessantes que já vimos.

IMG_3010

Piscina do Holiday Inn Rotorua onde ficamos com piscina de água quentinha. Reparem a fumacinha saindo lá do meio das arvores no fundo do jardim do hotel. Adoramos tudo lá e se pudesse ficaria pelo menos 2 noites.

IMG_3019

É possível ver um tipo de piscina natural de agua quente por vários pontos da cidade na rua mesmo ou usufruir deles em hotéis e spas. Também em todos os lugares se sente um cheio bem particular por conta desse fenômeno.

Spa com temperatura da água de 40 graus
_DSC0017

Além disso no caminho para lá tem o famoso Movie Set dos Hobbits que falei nesse outro post.

O que achei bem claro em relação a uma ilha e outra é que na Norte a cultura Maori (Indígena) é bem mais presente enquanto na Sul se vê mais forte os traços da colonização européia.

IMG_3091 _DSC0064

Fizemos um video com um pouquinho da nossa viagem e espero com eles ajudar vocês a terem a sua própria impressão dessa parte da viagem.

Tenho certeza que a Ilha Norte tem muito mais que isso e morando pertinho em algum momento pretendo voltar lá, mas para quem não tem muito tempo acho que é uma boa ideia ir somente para Queenstown que com certeza foi a cidade mais legal da viagem.

IMG_3095 _DSC0115IMG_3089

***Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada reserva, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!

Voltando para casa…e parando na Alemanha

Olá pessoal! Tenho uma super dica para quem (como eu), precisa fazer um rápido stopover parando na Alemanha em Berlim e já conhece a cidade, e por isso gostaria de fazer algo diferente.

Postdam é uma cidadezinha a 40min de Berlim de carro, e que vale á pena ver. Além da linda arquitetura e jardins, a cidade tem um centrinho com direito a lojinhas e cafés incríveis. Todos lembrando a cultura Holandesa, com tulipas naturais sobre as mesas e muito cheesecake.

potsdam

Vejam só o capricho desse aqui. E por mais que todo mundo pense o contrário (Eu pensava), os alemães são uns queridos!!!

Potsdam

É apenas para passar o dia, então a hospedagem pode ser em Berlim mesmo. Dessa vez tive a sorte de ir no outono. A paisagem não estava tão florida, mas mesmo tudo lindo e não tão frio. Nem parece a Alemanha que conheci a 3 anos atrás no inverno. Ver neve é muito bom, mas só no inicio, mas quando a emoção passa e o frio aperta….sem dúvidas prefiro agora!

Potsdam

Perfeito! Um charme em cada detalhe…

20130417-142759.jpg

Se quiserem saber mais sobre outros stopover legais que fizemos clique aqui.

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais 🙂

Asia: A primeira vez a gente não esquece!!!

Com 7 vôos, visita a 3 países, 5 cidades, mais de 5 mil fotos e um milhão a mais de conhecimento e cultura, fechamos nossos 18 dias de viagem pela primeira vez na Asia, passando pelo Japão, Thailandia e Malásia e assim, cobrindo os 5 continentes no nosso primeiro ano morando na Austrália.

Muitas historias e post estão por vir dessa nossa pequena parte da “Volta ao Mundo em uma Vida”

Feliz 2013 e que venham mais viagens!!!

20130101-225858.jpg

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais