Glacial na Nova Zelândia

As geleiras escondidas no caminho

Sempre tive o sonho de conhecer alguma geleira ou como também são conhecidos, glaciais, aquelas paisagens azuladas que parecem de mentira geralmente com picos de gelo e icebergs no meio da água, só nunca pensei que seria na Nova Zelândia.

geleira na Nova Zelandia familia

Quando fomos para a Nova Zelândia em Março deste ano fiquei toda empolgada com a possibilidade de visitar um desses lugares, porém teríamos que fazer um desvio muito grande e arriscado para chegar no Glacier mais conhecido. Pra nossa sorte, um amigo que estava fazendo o mesmo roteiro nos falou de uma outra geleira menos conhecida, mas que não sairia tanto da rota.

_DSC0615

Pra chegar nessa geleira basta ir em direção a vila do Mount Cook e chegando seguir as placas da Tasman. Ele não aparece no google maps mas garantimos que esta lá. Só subir as escadas e apreciar a vista.

_DSC0620

No nosso último video mostramos um pouco da subida de 20 minutos de escadaria pra poder ver o Tasman Glacier na Ilha Sul da Nova Zelândia. Não foi fácil com os 8 kilos extras do bebe mas a vista fez valer à pena.

Espero numa outra oportunidade voltar para Nova Zelândia e fazer os outros glaciais pois tenho certeza que também devem ser lindos.

_DSC0686

Dessa viagem pra Nova Zelândia…ainda teremos muitas histórias pra contar! continuem acompanhando 🙂

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

Anúncios

Christchurch na Ilha Sul da Nova Zelandia

Mais um post de viagens da nossa série Nova Zelândia dessa vez visitando Christchurch na Ilha Sul.

Dessa vez contamos um pouco da nossa impressão ao visitar Christchurch nossa última cidade do roteiro no país antes de retornar para Sydney.

Ficamos hospedados no BreakFree on Cashel um dos poucos prédios que ficaram de pé após os terremotos. Os quartos são bem pequenos mas tem uma estrutura interessante, tipo de Hotel Ibis, tudo novinho, prático e direto. A localização é bem boa, apesar de que achei o atendimento um pouco a desejar mas para uma curta estada tá bom.

 

Fiquei muito mexida e um pouco emocionada com a cidade pois esta foi praticamente destruída por terremotos nos últimos anos.

Apesar de tudo ainda sim gostei muito da cidade e do que vi por lá, organização, limpeza e uma vontade de recomeçar 🙂

***Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada reserva, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!

O que fazer na Ilha Norte da Nova Zelandia?

Quando começamos a planejar nossa viagem para a Nova Zelândia não tinha ideia da diferença entre uma Ilha e a outra por isso decidimos ir para a Ilha Norte e a Sul na mesma viagem. Isso é uma das coisas que eu gosto em viagens, a quantidade de coisas que se aprende antes, durante e depois da viagem de geografia, historia e cultura não esta nos livros e curso nenhum te ensina.

IMG_3025

Fiz questão de passar pelo menos 3 dias na Ilha Norte, mas vou ser sincera com vocês, depois que conheci a Ilha Sul gostaria de ter passado todos os nossos 10 dias lá. Não que a Ilha Norte não seja legal, mas pelo tempo que tinhamos e digamos que pelo o quão mais interessante me pareceu a Ilha Sul deveria ter ficado somente lá.

Enfim, de qualquer forma um dia iria querer conhecer a Ilha Norte então tudo bem. Agora, pra quem esta vindo de longe como por exemplo do Brasil só pra alguns dias eu fortemente recomendo a ir somente para a Ilha Sul.

IMG_2964

Passeando pelo centro de Auckland

Para vocês entenderem melhor Auckland é a maior cidade do país e como toda grande cidade tem muitos prédios e movimento, mas nada muito turístico.

Ficamos no Hostel Kiwi Internacional que é simples mas bem localizado. Tem quartos pequenos mas acho que é o suficiente para uma noite apenas. Pra falar a verdade achei muito bem organizado para um hostel e perfeito em relação ao custo-beneficio para família. Super indico!

A caminho de Rotorua

IMG_2990

A 3 horas de viagem fica uma cidadezinha chamada Rotorua que é onde ficamos por dois dias pois tem as Aguas termais e os geysers – Um tipo de  erupção na terra com jatos de agua quente, classificados como digamos que um tipo de “vulcanismo” uma das coisas mais raras e interessantes que já vimos.

IMG_3010

Piscina do Holiday Inn Rotorua onde ficamos com piscina de água quentinha. Reparem a fumacinha saindo lá do meio das arvores no fundo do jardim do hotel. Adoramos tudo lá e se pudesse ficaria pelo menos 2 noites.

IMG_3019

É possível ver um tipo de piscina natural de agua quente por vários pontos da cidade na rua mesmo ou usufruir deles em hotéis e spas. Também em todos os lugares se sente um cheio bem particular por conta desse fenômeno.

Spa com temperatura da água de 40 graus
_DSC0017

Além disso no caminho para lá tem o famoso Movie Set dos Hobbits que falei nesse outro post.

O que achei bem claro em relação a uma ilha e outra é que na Norte a cultura Maori (Indígena) é bem mais presente enquanto na Sul se vê mais forte os traços da colonização européia.

IMG_3091 _DSC0064

Fizemos um video com um pouquinho da nossa viagem e espero com eles ajudar vocês a terem a sua própria impressão dessa parte da viagem.

Tenho certeza que a Ilha Norte tem muito mais que isso e morando pertinho em algum momento pretendo voltar lá, mas para quem não tem muito tempo acho que é uma boa ideia ir somente para Queenstown que com certeza foi a cidade mais legal da viagem.

IMG_3095 _DSC0115IMG_3089

***Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada reserva, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!

Viajando de Motorhome na Nova Zelândia

Viajar pela Nova Zelândia sempre esteve em nossos planos, de motorhome então era um dos meus sonhos. Porém toda vez que tinhamos definir o próximo destino acabava deixando a nossa vizinha para a próxima vez justamente por estar tão perto achava que sempre ia ter uma outra oportunidade.

img_3278

Nosso Motorhome na Nova Zelândia

Isso também acontecia porque sempre dei mais preferencia a destinos mais quentes e de praia. Só que desde que engravidei (Veja aqui os posts sobre a nossa Babymoon) isso mudou, afinal não posso mais só pensar em mim mas sim no que é melhor pra viajar com um bebe e na minha cabeça a Nova Zelândia era o destino perfeito para fazer em família e não é que eu estava certa?

Paisagem Nova Zelândia QueenstownPor se tratar de uma viagem com  muita contemplação de paisagens (exuberantes por sinal) e não ser um destino de correria mas sim de sentar, tomar um café admirando a paisagem ou sentar a beira do lado pra fazer nada, acaba sendo o ideal para viajar com bebe.

Família viajando Nova Zelandia

O motorhome então nem se fala. Foi perfeito! Não precisa sair tendo que carregar a sacolada toda do bebe e as mães sabem do que eu to falando. Não precisa se preocupar em voltar pra casa pra pegar nada ou para trocar o bebe ou coloca-lo para dormir, afinal já estamos em casa. Na verdade pra ir ao passeio você nem tira o bebe de casa, fácil assim.

E pra que vocês vejam o conforto que é fizemos esse video mostrando os detalhes internos da nossa motorhome que inclusive saiu quase de graça pois usamos o sistema de relocation. É só colocar no google e aparecem milhares de empresas que relocam vans e motorhomes, ou seja, elas de dão um valor super baixo para que você devolva o carro para alguém que alugou de um ponto a outro. Nós pagamos $5 dolares por dia na nossa 🙂 

A empresa que usamos foi essa aqui

A viagem foi um sucesso total, esse é só o primeiro post de muitos outros que virão dessa terra encantadora.

Qualquer dúvida deixe nos comentários. Bjs

***Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada reserva, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!