Roteiro no Vietnam – Da Nang e Hoi An City

Continuando nosso Roteiro no Vietnam, depois de sairmos de Ho Chi Min City fomos em direção ao centro do país, para Da Nang num voo direto da JetStar e ficamos no Intercontinental Hotel. 

Roteiro Vietnam

Nosso objetivo era ficar mais no Hotel e relaxar então só saímos do Hotel duas vezes, uma para ir ao mercado (ou feira) de lá e para isso passamos pela linda Dragon Bridge.

ponte dragão vietnam

A outra vez foi para ir na cidade das lanternas, Hoi An que além de ter ruas pequenas e uma arquitetura histórica incrível, quando cai a noite as lanternas de papel dominam o lugar, nas ruas, restaurantes e nos canais que rodeiam a cidade.

hoi an roteiro

Vendedores de frutas, bicicletas e sorrisos por toda parte, é assim em Hoi An no Vietnã.

dicas vietnam

Hoi An com certeza é uma excelente opção para passar o dia, comprar as lembrancinhas de viagem e se deliciar nos restaurantes de comidas típicas e aromáticas do Vietnam.

restaurantes hoi anRestaurante com vista para os canais onde eles soltam as lanternas.

onde comer vietnam

Essa região me encantou muito pois reune um Vietnam calmo com muita natureza, mas ao mesmo tempo muito rico em cultura por todos os lados.

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

 

 

Anúncios

Roteiro Ho Chi Min City no Vietnam

Quando decidimos ir para o Vietnam montamos nosso roteiro baseado em duas coisas: O voo e o hotel que queríamos ficar.

Eu sabia que um dos melhores hotéis do mundo ficava lá e deu certo de pegarmos uma promoção muito boa com a Jetstar (já dei dicas aqui). hotel de luxo

Nosso bebê curtindo a cama luxuosa do Intercontinental Danang.

Pagamos $800 (Eu, marido e filho de 2 anos) numa promoção de retorno grátis até Ho Chi Min City (antiga Saigon) e de lá para Da Nang onde passamos a maior parte da viagem gastamos mais uns $200.

city tour Vietnam

Ficamos apenas dois dias em Ho Chi Min City antes de partir para o melhor Hotel da nossa vida como podem ver aqui. 

Achei que dois dias foram suficientes para a gente se situar um pouco no horário, quebrar a viagem e aproveitar, afinal, quando a gente viaja com criança não dá pra fazer nada sem pensar.

roteiro vietnam com criança

Fizemos um city tour bem legal passando pelo Museu que contava toda a história da guerra do Vietnã e confesso que essa foi muito forte porque além das fotos de toda a parte sofrida da guerra, tinham até algumas pessoas que nasceram com deformidades por causa do famoso Orange gás.

roteiro vietnam

Este rapaz estava vendendo seus artigos dentro do museu, super simpático e pediu pra tirar a foto. Apesar de tudo, muito feliz em conhecer um pouco mais da história deles.

No geral, achei a cidade um pouco parecida com Bangkok, mas um pouco menos bagunçada.

Fomos também no Antigo Correio da cidade construído em 1981 quando o Vietnam ainda era parte da Indochina Francesa. Muita gente diz que ele foi desenhado pelo mesmo arquiteto da Torre Eifel em Paris. 

Falando nisso, tudo lá é uma mistura de França desde a culinária até a arquitetura pomposa, como no hotel que ficamos, o Windsor Plaza. 

hotel ho chi min city

Os quartos tem vários detalhes de madeira e a piscina no terraço dá uma boa vista pra cidade. Com os preços dos hotéis na Asia a gente pode se dar o luxo de ficar num 5 estrelas sem pagar muito e eu super recomendo fazer isso.

Outra parada do tour foi para tomar o famoso café Vietnamita e também esse chá de Ovo da foto, mas esse eu deixei pra próxima 😛

Tour vietnam

Com certeza o Vietnam tem muito mais para mostrar. Não fomos até o norte dessa vez mas já ficou a vontade de ir de novo.

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

Roteiro Vanuatu no Pacífico Sul

Se você nunca ouviu falar nesse país chamado Vanuatu não se preocupe, antes de vir morar na Austrália eu nunca tinha ouvido nada sobre esse paraíso do Pacífico Sul também.

Na verdade fiquei conhecendo um pouco mais sobre ele pelo programa de TV Australia Survivor, uma versão do Reality show No Limite,  que per sinal é um dos meus favoritos.

Apenas a 3 horas de voo de Sydney esse oasis de águas cristalinas e mornas foi colonizados por ingleses e franceses o que faz com que seus moradores falem os dois idiomas formando um dialeto próprio.

Como chegar em Port Vila?

Voamos pra lá com a Qantas e foi bem tranquilo. Fomos com o passaporte Australiano que não precisa de visto (faz na chegada), mas pesquisei sobre o Brasileiro e sinceramente achei um pouco confuso então recomendo verificar com eles antes de embarcar certinho.

Veja mais no site da imigração http://immigration.gov.vu/

Outra opção muito comum de ir pra Vanuatu é com os cruzeiros saindo aqui de Sydney que fazem esse percurso, mas dai acredito que por não ficar na Ilha acabasse não se vendo muito.

Mercado em Vanuatu

Quase não saímos do Hotel por estar com criança, mas quando fomos pra essa feirinha no centro foi apenas alguns minutos do Hotel e pegamos um taxi que nos custou tinho $5 dolares australianos.

Essa foto é no mercado na cidade de Port Vila, como podem ver nada muito especial pois o país é muito simples, parece um pouco com Thailandia ou Bali, em contrapartida o hotel que ficamos era maravilhoso com uma estrutura ótima para criança e também super romântico para casais em lua de mel, apesar de eu ter ido grávida (Veja nossa outra babymoon aqui)  e só com o Samuel pois o papai tinha que trabalhar :/

 

 

Não achei nada muito caro em termos de comida e com muita variedade nos restaurantes do hotel e pratos bem internacionalizados (Só comemos lá dentro mesmo) devido a proximidade com a Austrália.

Holiday Inn Vanuatu

Além dos quartos normais ele tem esses Bangalos sobre as águas tipo paisagem de paraíso mesmo combinando perfeitamente com o destino Vanuatu.

Fiz um vlog da viagem e mostro os detalhes desse Hotel maravilhoso (que pode ser reservado por este link sem acréscimo para vocês)

 

 

 

 

Mostro detalhes do Hotel e também a vila principal, além de contar um pouco da cultura que teve muita influencia francesa.

Por ser um Holiday Inn “Resort” tinha muita coisa pra se fazer em termos de lazer e recreação inclusive para adultos.

Ficamos apenas 3 dias mas com certeza foi suficiente pra deixar um gostinho de quero mais 🙂

Gostou dessa viagem? Veja aqui outras opções pertinho da Austrália. 

*E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

Especial Maternidade

No Mês de Maio comecei uma série muito especial falando de maternidade lá no meu canal no youtube.

Contei como foi nossa experiência do nascimento do nosso segundo filho, nascido prematuro com 34 semanas aqui na Austrália.

Além de contar um pouco de como funciona o sistema aqui na Austrália, em especial no nosso caso pois a bolsa estourou quando estava com 32 semanas e por isso ao todo ficamos 30 dias no hospital e toda nossa história de superação.

Espero que gostem de acompanhar essa nossa viagem pela maternidade. Para ver ainda mais siga a gente no instagram

Para mais videos sobre viagens com crianças ou bebês veja aqui

O melhor Hotel do Mundo fica no Vietnam

Sou apaixonada por Hotelaria e sempre pensei em como seria se hospedar em um dos melhores hotéis do mundo.

Mas o que faz um Hotel ser o melhor?

É difícil pensar o que faz um Hotel chegar a esse título pois muitas coisas podem estar envolvidas como por exemplo localização, infra-estrutura e principalmente o serviço prestado. 

Tivemos a honra de nos hospedarmos no Intercontinental Hotel Danang no centro do Vietnam e esse com certeza marcou pontos em todas essas categorias. 

Não só porque achamos, mas porque eles ganharam vários prêmios (Veja aqui)

E porque ir para o Vietnam?

Essa viagem foi em comemoração aos nossos 10 anos de casados – Veja aqui o Video da renovação de votos –  e eu queria um lugar diferente, que cobrisse praias exóticas mas ainda assim fosse em meio a natureza e com um pouco de história (Não queria nada né rs).

Além disso sou apaixonada pela cultura da França o que faz todo sentido pois o Vietnam foi colonizado por eles e até hoje tem vestígios na cultura, culinária e na língua. Uma mistura perfeita pra delicadeza vietnamita.

Vietnan Da nang

Procuramos também um destino que mesmo na Asia ainda fosse seguro para criança já que estavámos indo com nosso filho de 2 anos, no sentido de não ter muitos riscos em questão de alimentação e transporte. Já fomos pra vários lugares na Asia que não acho aconselhável para viajar com um bebê.

Pegamos o voo de Sydney até Ho Chi Min que deu umas 8h de viagem e de lá pra Da Nang que foi mais 1 horinha, tudo com a Jet Star.

O Hotel além de ter tudo o que você precisa ainda conta com aquela gentileza genuína do Vietnamita que pra mim foi o ponto mais forte de lá.

Outra coisa que gostei muito foi o QUARTO (que parecia mais uma mansão) e mostrei tudo em detalhes nesse vlog:

Se já não fosse suficiente o Hotel conta com vários restaurantes e um deles é um Michelin 3 estrelas o que significa que foi classificado como mais alto nível com uma cozinha excepcional.

Não precisamos sair do Hotel por nada pois tinha tanta coisa pra fazer que nem queríamos sair mesmo. A única coisa que fizemos foi um day tour para a cidade de Da Nang e outro para Hoi An, a cidade das lanternas – linda! E o Hotel tinha transfer pra lá então não gastamos nada a mais para isso.

Com certeza Danang e em especial o Intercontinental são o destino perfeito pra quem esta procurando Luxo em hospedagem mas de um estilo muito mais simples do que se espera.

Melhor Hotel do Mundo

Se você estiver procurando um lugar diferente, fora do trivial para a sua lua de mel ou mesmo pra curtir com a família com segurança serviço padrão internacional mas ainda com aquele gostinho de Ásia com certeza esse é o lugar pra você 🙂

Veja aqui outros roteiros que fizemos pelo Vietnam!

E não esqueçam,  usando os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais. Muito Obrigada!

Viagem de Neve na Austrália com bebê

Esse post de hoje é de uma amiga que tem bastante experiência com viagem de neve na Austrália e foi agora com sua família e inclusive com sua bebê, a Gisele Cezare.

Neve na Austrália e as melhores dicas para ir com criança

Neve na Australia

Neve na Australia

Essa é a quinta vez que vamos para as montanhas no snow season, adoramos fazer snowboard por isso somos apaixonados, tivemos a experiência no Japão quando fomos para lá e desde então sempre vamos dar um pulinho ali (5hs de Sydney) para termos diversão e agora foi uma experiência diferente, levamos nossa filha Michaela para conhecer a neve. E ela amoooou!!! (Veja mais viagens com bebê aqui)

Para a acomodação indico Jindabyne, além de ser mais barato para se hospedar, fica localizada a 30 minutos de Thredbo e Perisher que são as duas estações de esqui, e você pode escolher para onde ir, pois é a mesma distância para qualquer uma das montanhas.
Já é a quarta vez que nos hospedamos no chalé Adventist Village e adoramos pelo fato de ser bem aconchegante e bem natureza. Tem a opção de acampar também.

Neve na Australia hospedagem
Se você decidir ir para Thredbo terá o Snow Play Park: para toboggan e a Thredboland – 3-6 anos que ensinam as crianças a esquiar, tem atividades, lanches etc.

Perisher seria a opção que mais recomendo para ir com criança.  Tem o Skitube (um trem que leva do estacionamento para Perisher) que custa $47. Sem pegar o Skitube custa $29 (vale a pena deixar o carro perto caso precise de algo).
Aconselho Estacionar perto do Blue a town, onde é a montanha que desce de bóia com as crianças e custa $30 por 5 rides.

sky com criança

Ao lado do Blue Town, tem a montanha onde desde de tobbogan com as crianças também, e vale a pena alugar o tobbogan ($10) porque é free para se divertir na montanha.

Discovery Centre: Childcare Program que possuem profissionais experientes que cuidam das crianças entre 6m-3yo entre 8:30-3pm incluso lanche.
Neste mesmo local você pode pagar pelo programa de ski onde eles ensinam eles a esquiar.

Tem muitas opções do que comer em Perisher além de lojas para comprar e alugar. Mas aconselho alugar equipamentos, acessórios e roupas em Jindabyne.

Não esqueça de vestir a criança muito bem para a neve
Goggles ou Roupa Térmica por baixo da de snow e neck protector p proteger do vento e frio Snow Boots.

sky com criança

 

Espero que tenham gostado das dicas da Gi. Se você quiser ver mais viagens com criança clique aqui que tem vários posts.

Veja também a minha experiência com neve na Austrália lá no canal

 

E só pra lembrar, usando os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

O melhor carrinho de bebê para levar no avião

Quando decidi ir para o Brasil sozinha com meu bebê de 7 meses na época sabia que precisava contar com a ajuda de um carrinho que pudesse me ajudar na jornada de mais de 24h de voo saindo aqui de Sydney, sem contar as paradas então precisava de um carrinho de Bebê para levar no avião, mais precisamente no compartimento de bagagem de mão.

Que carrinho de bebê é esse?

Fiz várias pesquisas e confesso que não achei muita coisa a respeito, por isso resolvi gravar esse video contando minha experiência com o Mountain Buggy Nano um dos menores carrinhos disponíveis no mercado.

Não precisa despachar

Ele dobra tanto que pode ser levado como bagagem de mão em cima do avião exatamente como eu precisava o que foi indispensável na hora da escolha já que muita gente me dizia que poderia levar o carrinho até a porta do avião e que depois disso ele seria despachado e que me entregariam de novo no destino, porém algumas amigas tiveram problemas com essa entrega. Eu queria ter certeza que teria o carrinho, ou seja, queria que ele ficasse o tempo todo comigo e isso aconteceu.

Siga a gente no Instagram @silviamedinatravel para mais dicas de viagens com crianças. Essa foto foi em Nova York e ele já estava com 2 anos e meio e ainda estavámos utilizando muito o carrinho.

View this post on Instagram

Daqui uns dias eu e meus companheirinhos de viagem estamos partindo pra mais uma. Eu, Samuel, Baby 2 e claro o #mountainbuggynano que viaja com a gente desde que o Samuel tinha 7 meses, já foi 3 vezes para o Brasil, já foi pra Asia e a última foi dessa foto em #Newyork sem contar as inúmeras viagens pela Austrália e os passeios diários por Sydney. Não é à toa que a review que fiz dele é o post mais visitado lá no Blog e um dos videos mais vistos lá no canal, e não, esse não é um post patrocinado 😉🤷🏻‍♀️ @mountain_buggy #dicademae #outandabout #carrinhodebebeparaviagem #maededois #brasileirosnaaustralia #mamaesbrasileiras #brasileirosemsydney #maesbrasileiras

A post shared by Silvia Medina 👨‍👩‍👦‍👦 (@silviamedinatravel) on

Em alguns trechos os comissários até queriam despachar mas eu explicava o tamanho e a necessidade e eles entendiam, assim o carrinho ficava.

Estou usando esse carrinho aqui também no dia-a-dia e é ótimo pois é super leve.

carrinho aviao dobrável

E vocês já usaram algum carrinho como esse?

Deixo aqui também o link das viagens que já fizemos com nosso bebê e aqui das minhas 10 dicas de mãe viajante. 

Se quiserem saber mais sobre como arrumar a mala levando apenas o necessário vejam esse post aqui.

Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com ou qualquer outro dos nossos parceiros aqui, assim ganhamos uma pequena comissão em cada hospedagem, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!

A melhor praia da Austrália – Whitehaven Beach

A Austrália tem tantas praias lindas que é até difícil decidir qual é a melhor, mas a Whitehaven Beach que fica na região das Ilhas de Whitsunday é com certeza considerada uma das mais incríveis.

Isso porque essa praia tem uma areia super branquinha e bem especial que parece mais um pó e não esquenta! Não é o paraíso?

Whitehaven beach melhor praia da australia

Como chegar em Whitehaven Beach?

Pra chegar lá você precisa voar para o aeroporto de Proserpine que fica em Arlie Beach, uma cidadezinha com bastante estrutura backpackers ou seja hostels, bares e restaurantes e também a Lagoon uma piscina construída bem no centro da cidade já que a praia lá não é tão boa para banho nos meses mais quentes devido as águas vivas.

Airlie Beach Lagoon Queensland

Outra forma de chegar lá é voar direto para Hamilton Island que também é incrível. Fizemos o passeio de meio dia lá e adoramos. O local é basicamente um complexo com acomodação, restaurantes, lojas e  entretenimento em cima disso. Como se fosse um grande resort numa ilha.

Já estive duas vezes nessa região de Whitsunday e com certeza quero voltar mais algumas vezes e da próxima quero ficar em Hamilton Island e aproveitar lá. Outra coisa que ainda não fizemos é o passeio de Helicóptero.

Vou confessar que por ter ido mais de uma vez nesse destino tão importante da Austrália já estou me achando um especialistas na região 🙂  Fiz um video contando todos os detalhes dessa ultima vez. Confiram aqui 🙂

Fechamos uma parceria com a Cruise Whitsunday e mesmo da primeira vez que fui usei os serviços deles e amei. Super profissional e organizados. Os passeios são caros mas valem muito pois oferecem toda a estrutura e algumas vezes a alimentação dependendo do que compras.

Whitsunday Island whitehaven beach

Dessa vez ficamos hospedados no Best West Mango Resort não fica bem na muvuca mas preferi mesmo algo mais tranquilo. Quase não ficamos no Hotel mas gostei bastante pois era quase um apartamento com cozinha e sala o que facilitou muito viajando com bebê. (VEJA mais no VIDEO!)

Fizemos os transfers com a Whitsundaytransit.com.au do aeroporto para o Hotel e para ir pra cidade pegávamos um ônibus que passava em frente.

Pra fechar, muita gente me pergunta sobre a Barreira de Corais pois Airlie Beach também seria um ponto de partida para lá (inclusive a mesma empresa faz) e se vale mais a pena ir por lá ou Cairns (Veja o post aqui). Nós já fizemos os dois destinos e particularmente gostei muito mais desse aqui então, se eu tivesse que escolher só um para visitar ficaria com esta aqui 🙂

Veja neste post o roteiro completo para Brasileiros na Austrália aqui. 

*E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

 

Roteiro Foz do Iguaçu muito além das Cataratas

Muita gente pensa que o roteiro pra fazer em Foz é apenas visitar as Cataratas, fazer compras no Paraguay e pronto. Até me perguntam se tem coisa pra se fazer em dois dias. Fico um pouco boba com essa pergunta, afinal tem tanta coisa pra se fazer em Foz que eu mesmo que sempre vou nunca dou conta de experimentar tudo.

Te garanto que com um roteiro de 7 dias ainda vai ser pouco pra aproveitar 🙂

Já contei pra vocês aqui no post de Foz do Iguaçu e também lá no canal quais são os meus lugares favoritos de visitar e comer quando vou para Foz. Não só porque cresci lá e amo a a minha cidade, mas sinceramente acho tudo muito barato e muito gostoso em questão de restaurantes e passeios.

dicas foz do iguaçu

Mas onde comer em Foz?

Minha sugestão principal pra comer algo legal e com bom preço continua sendo no Turrance Hotel, eles abriram o restaurante Le Jardin para o público e esta um arraso! No rodízio de massas aos sábados esta sempre lotado então é bom sempre confirmar o lugar. Pra vcs verem o quando gosto só esse ano fui 3 vezes lá. Tomei café da manha, provei o buffet de sopas e sem falar no cardápio a la cart que também é muito bom.

restaurante foz

Levei a família toda, claro!

rodizio massas foz

Buffet de Massas – Tive que pegar um pouco de cada rs

 

 

Um dos meus lugares favoritos é o Clube do Lado de Itaipu com rodízio de peixe – Amo! Além de tudo delicioso dá vista para o Rio Paraná e o Paraguay

img_5473.jpg

Pra fechar  não poderia faltar falar da Oficina do Sorvete, a sorveteria mais tradicional da cidade e adivinhem? Nosso primeiro encontro foi lá! Por acaso mexendo em algumas fotos achei o registro desse dia tão importante haha

oficina do sorvete Foz onde comer

Deliciosa opção de “picole quente”

Falei também aqui nesse post sobre o porque da gastronomia de Foz ser tão diferente.

Nessas últimas férias tirei uns dias de turista pra fazer algumas coisas diferentes, fomos na Itaipu e no novo Marco das Três fronteiras que ficou um espaço super agradável inclusive para quem mora em Foz visitar.

Postei um video no canal com os melhores momentos dos passeios.

Clique aqui para saber onde se hospedar em Foz 

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

Vila Galé Cabo de Santo Agostinho Resort

Após 5 anos morando na Austrália eu já não me aguentava mais de saudades das praias, da comida e das pessoas que só lá a gente encontra. Foi então que resolvemos juntar o útil ao agradável e viajar para o Vila Galé Eco Resort do Cabo de Santo Agostinho em Pernambuco, só a uns 40 min do aeroporto de Recife.

2017-06-16 20.18.01

Além disso, queríamos que a minha sogra tivesse um tempo de qualidade conosco e achamos que viajando com ela para um Hotel com tudo incluído seria o melhor jeito da gente descansar e parar um pouco pra aproveitar esse momento juntos em Família (Já falei bastante sobre isso aqui). 

Como escolhemos o destino e o Hotel?

Procuramos escolher a melhor opção dentro dos padrões de Resort x custo benefício x localização que a gente pode, tendo em vista que estávamos fazendo uma viagem longa do Brasil pra Austrália com um bebê e que iríamos ainda viajar muito pelo Brasil pois nossa família fica em Foz do Iguaçu.

Infelizmente pegamos época de chuva e inverno em Junho, mas mesmo assim deu pra aproveitar um pouco.

Registramos todos os detalhes nesse video:

Mas o que realmente achamos do Vila Galé?

No geral, o Hotel atendeu as expectativas, porém acho importante ressaltar que entre as opções do Brasil é uma das mais simples.

Os quartos eram bons (nada de mais, nada de menos), o espaço do Hotel é fantástico, muito verde, praia ali na frente dos quartos e ponto.

vista quarto vila galé recife

Recreação/atividades – quase não usamos e também não senti muita presença deles. Nas noites temáticas esperava ter mais de Brasil, Axé, nordeste e só se ouvia música do estilo eletrônica inclusive na piscina (teve até funk).

Funcionários – Acho que já no check-in faltou aquela alegria da hospitalidade nordestina. Não tivemos informações básicas como por exemplo saber que existia um menu especial para Bebês, que inclusive foi muito bem elaborado, mas se ninguém avisa para que que serve não é?  Agora os funcionários do restaurante (garçons) foram excelentes!!!

Como era a Alimentação all inclusive no Resort?

Senti um pouco de falta da culinária nordestina, principalmente pra gente vindo de fora estávamos com muita vontade de experimentar as delicias do nordeste e acho que não tinha muita opção neste sentido.

Achei a variedade em todas as refeições muito boa, ou seja tinha muita coisa pra comer toda hora, porém acho que as vezes menos é mais, poderiam diminuir as opções e melhorar na qualidade principalmente nos petiscos do bar e lanches da tarde.

O café da manhã que é sempre algo que destaco nas minhas fotos do Instagram por exemplo, acho que também ficou a desejar, pouca variedade de pães e bolos. O Hotel que ficamos em Minas que era bem menor dá um show neles.

Outra coisa que não achei legal foi a forma que o restaurante a La carte é oferecido. Você precisa pegar uma fila durante o dia que demora sério, no mínimo meio hora para tentar reservar os restaurantes opcionais se não quiser o buffet. Acho que isso deveria ser mais claro no site do hotel pois só fala que existe e não que tem limitação (te limitam a usar esses restaurantes dependendo das noites que você tem).

a la carte vila gale

Não posso deixar de dizer que apesar da dificuldade de reservar, as opções a la carte são excelentes. 

Um paraíso a parte: o SPA

Pegamos um dia inteiro de chuva – graças a Deus – por causa disso acabamos caindo lá no maravilhoso spa e fizemos massagem, utilizamos as piscinas aquecidas e as hidros. Achei tudo muito lindo e bem organizado, além de um ambiente super relaxante com estilo das  famosas casas de massagem asiáticas. Perfeito!

Spa Vila Gale recife

Não estou dizendo que não voltaria ou não gostei, mas acho importante ressaltar minha sincera opinião em todos os detalhes, não só no que gostei mas no que também acho que poderia ser diferente. Acho que é dessa forma que se evitam frustrações.

Pra mim, o que faltou principalmente foi aquele calor do nordeste, até pelo que falei no início que era justamente o que queríamos sentir. Talvez por ser uma rede portuguesa e ter uma visão mais voltada para um público diferente do que eu estou acostumada, como por exemplo o All Inclusive Club Med. 

Espero ter outra oportunidade para conhecer outros hotéis da Rede Vila Galé e quem sabe ter uma outra impressão.

Não poderia terminar esse post sem antes agradecer mais uma vez a Vivenda Turismo pelo apoio de sempre. Eles nos ajudaram a fazer todas as reservas mesmo estando aqui do outro lado do mundo, são especialistas em resorts e viagens de luxo.

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.