Onde ficar em Sydney

Complementando nosso Roteiro e dicas para Brasileiros que vem para Austrália, nesse post irei ajudar vocês a decidirem o melhor local para se hospedar em Sydney já que a cidade é dividida em regiões e pode ser um pouco confuso para quem não conhece muito.

Sydney city Harbour bridge

Se vier por pouco tempo melhor seria ficar na cidade ou como eles chamam CBD que de lá fica fácil para se locomover para qualquer lugar de trem, ônibus ou a pé.

Mesmo estando no centro você ainda pode optar em ficar mais perto da Opera House (Veja hotéis aqui), ou perto da Estação central / Darling Harbour. Ambas localizações são boas.

Agora se você estiver vindo para passar mais tempo a city pode ser um pouco tumultuada e o melhor seria ficar entre as praias.

3 principais opções para hospedagem nas praias de Sydney

Mapa Sydney onde ficar

  1. North Sydney –  Que seria do outro lado da Harbour Bridge e a principal parte é conhecida como Manly. Dá pra chegar de ferry saindo da city. Muita gente que mora no norte procura fazer tudo por lá, trabalhar e estudar pois cruzar a ponte todo dia acaba ficando caro. A opção de Hospedagem sem erro seria nesse Novotel que esta de frente para a praia. Manly Ferry onde ficar
  2. Eastern SuburbsBondi Beach e arredores. Alguns diriam que esse é o “creme do verão” mas ai que é mora o perigo. Por ser a praia mais badalada é também a mais cara e a mais concorrida pra tudo, trabalho, fila em restaurantes, pra pegar o ônibus, dificuldade para achar estacionamento na rua e assim vai. Bondi tem aquela vibe única, talvez algo do tipo Maresias (pra quem é de São Paulo vai entender), tem muita gente bonita e é o point dos jovens Europeus. Ficando ali você tem tudo, supermercado, banco, shopping center perto e baladas.            Bondi Beach SydneyConheço gente que mora por lá e não sai por nada até porque não precisa. Nessa região esta também Coogee e Maroubra que são versões mais calmas e mais familiar. Talvez até arriscaria dizer que mais acessíveis. Veja aqui as opções de hospedagem em Bondi. 
  3. Southern Suburbs – São as praias do Sul depois do aeroporto até Cronulla. Tem vários bairros mais acessíveis por aqui e ainda estão perto da praia. Muitos brasileiros com família tem migrado para essa área devido aos preços de aluguel serem melhores – Como nós =))

Aqui em Brighton Le Sands também tem um Novotel e inclusive já fizemos um video lá.

Já fica bem perto do Aeroporto para quem tem voo muito cedo pode ser uma mão na roda. 

Tem também os bairros do West mas ao menos que você tenha algo para fazer nessa região não acho que tenha nada interessante para ficar. Talvez a única parte interessante seria mais para os lados de Blue Mountains. 

Neste video mostramos um pouquinho das ruas de Sydney com os cantores de rua, pra vocês irem acostumando.

Veja aqui nosso Roteiro completo para Brasileiros em Sydney com dicas imperdíveis.

Também já expliquei nesse post como funcionar o AirBnb o site de aluguel de casas que é uma boa forma de economizar por aqui.

*E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais 🙂

Vila Galé Cabo de Santo Agostinho Resort

Quando morávamos no Brasil eu viajava muito à trabalho e acabava indo para vários resorts principalmente para o nordeste. Após 5 anos morando na Austrália eu já não me aguentava mais de saudades das praias, da comida e das pessoas que só lá a gente encontra. Foi então que resolvemos juntar o útil ao agradável e viajar para o Vila Galé Eco Resort do Cabo de Santo Agostinho em Pernambuco, só a uns 40 min do aeroporto de Recife.

2017-06-16 20.18.01

Além disso, queríamos que a minha sogra tivesse um tempo de qualidade conosco e achamos que viajando com ela para um Hotel com tudo incluídoseria o melhor jeito da gente descansar e parar um pouco pra aproveitar esse momento juntos em Família (Já falei bastante sobre isso aqui). 

Como escolhemos o destino e o Hotel?

Procuramos escolher a melhor opção dentro dos padrões de Resort x custo benefício x localização que a gente pode, tendo em vista que estávamos fazendo uma viagem longa do Brasil pra Austrália com um bebê e que iríamos ainda viajar muito pelo Brasil pois nossa família fica em Foz do Iguaçu.

Infelizmente pegamos época de chuva e inverno em Junho, mas mesmo assim deu pra aproveitar um pouco.

Registramos todos os detalhes nesse video

Mas o que realmente achamos do Vila Galé?

No geral, o Hotel atendeu as expectativas, porém acho importante ressaltar que entre as opções do Brasil é uma das mais simples.

Os quartos eram bons (nada de mais, nada de menos), o espaço do Hotel é fantástico, muito verde, praia ali na frente dos quartos e ponto.

vista quarto vila galé recife

Recreação/atividades – quase não usamos e também não senti muita presença deles. Nas noites temáticas esperava ter mais de Brasil, Axé, nordeste e só se ouvia música do estilo eletrônica inclusive na piscina (teve até funk).

Funcionários – Acho que já no check-in faltou aquela alegria da hospitalidade nordestina. Não tivemos informações básicas como por exemplo saber que existia um menu especial para Bebês, que inclusive foi muito bem elaborado, mas se ninguém avisa para que que serve não é?  Agora os funcionários do restaurante (garçons) foram excelentes!!!

Como era a Alimentação all inclusive no Resort?

Senti um pouco de falta da culinária nordestina, principalmente pra gente vindo de fora estávamos com muita vontade de experimentar as delicias do nordeste e acho que não tinha muita opção neste sentido.

Achei a variedade em todas as refeições muito boa, ou seja tinha muita coisa pra comer toda hora, porém acho que as vezes menos é mais, poderiam diminuir as opções e melhorar na qualidade principalmente nos petiscos do bar e lanches da tarde.

O café da manhã que é sempre algo que destaco nas minhas fotos do Instagram por exemplo, acho que também ficou a desejar, pouca variedade de pães e bolos. O Hotel que ficamos em Minas que era bem menor dá um show neles.

Outra coisa que não achei legal foi a forma que o restaurante a La carte é oferecido. Você precisa pegar uma fila durante o dia que demora sério, no mínimo meio hora para tentar reservar os restaurantes opcionais se não quiser o buffet. Acho que isso deveria ser mais claro no site do hotel pois só fala que existe e não que tem limitação ( sim te limitam a usar esses restaurantes dependendo das noites que você tem).

a la carte vila gale

Não posso deixar de dizer que apesar da dificuldade de reservar, as opções a la carte são excelentes. 

Um paraíso a parte: o SPA

Pegamos um dia inteiro de chuva – graças a Deus – por causa disso acabamos caindo lá no maravilhoso spa e fizemos massagem, utilizamos as piscinas aquecidas e as hidros. Achei tudo muito lindo e bem organizado, além de um ambiente super relaxante com estilo das  famosas casas de massagem asiáticas. Perfeito!

Spa Vila Gale recife

Não estou dizendo que não voltaria ou não gostei, mas acho importante ressaltar minha sincera opinião em todos os detalhes, não só no que gostei mas no que também acho que poderia ser diferente. Acho que é dessa forma que se evitam frustrações.

Pra mim, o que faltou principalmente foi aquele calor do nordeste, até pelo que falei no início que era justamente o que queríamos sentir. Talvez por ser uma rede portuguesa e ter uma visão mais voltada para um público diferente do que eu estou acostumada, como por exemplo o All Inclusive Club Med. 

Espero ter outra oportunidade para conhecer outros hotéis da Rede Vila Galé e quem sabe ter uma outra impressão.

Não poderia terminar esse post sem antes agradecer mais uma vez a Vivenda Turismo pelo apoio de sempre. Eles nos ajudaram a fazer todas as reservas mesmo estando aqui do outro lado do mundo, são especialistas em resorts e viagens de luxo.

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

6 Destinos Imperdíveis bem próximos da Austrália

Se você pensa em vir pra Austrália  seja a passeio, para estudar ou morar já comece também a pensar nas viagens internacionais que dá pra se fazer por aqui, afinal um percurso tão longo como esse tem que ser aproveitado ao máximo, então porque não conhecer os 6 destinos mais procurados e imperdíveis, não é?

Mas quais são esses 6 destinos que você não pode deixar de conhecer?

*Clique nos nomes para ver os roteiros completos*

  1. Bali – Apenas 7 horas de vôo de Sydney é a casa de praia dos Australianos. Comida, hospedagem e transportes mais baratos do que se você ficar por aqui.
    por do sol bali roteiro
  2. Tailândia – O mais caro vai ser a passagem, o resto sombra e água fresca. Aproveite pra fazer um stopover em algum outro país da Ásia.barcos na tailandia com pessoa
  3. Japão – Aquele tipo de lugar que não se explica, tem que viver. Pode te custar uns bons $$$ mas garanto que vale a pena. Lembra que você já esta aqui do outro lado do mundo mesmo.
    ruas do japão
  4. Fiji – Essa é a opção mais próxima, apenas 4 horas de vôo. Provavelmente não vai ser a mais barata mas vai valer a pena. Veja no link as dicas da minha amiga Joana Romano do perfil @fitbackpacker do Instagram
  5. Fiji na agua praia
  6. Nova Zelândia – Tem gente que arrisca dizer que é o quintal da Austrália. Eu diria que é um conto de fadas desenhado com muito capricho por Deus e super bem cuidado por seus habitantes.montanhas nova zelandia gelo
  7. Hawaii – Não dá pra vir na metade do caminho e morrer na praia né? Ainda não conheço, mas esta no topo da lista!!! Vejam só que sonho esse post da Laisa que casou lá.casamento hawaii praia

E vocês, já foram para algum destino aqui perto que vale a pena compartilhar?

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

 

 

Hotel dentro do aeroporto Guarulhos

Já tinha ficado no Sleep Inn da rede do Slaviero que fica do lado de fora e fiz um post sobre isso já neste post. Dessa vez ficamos no novo Tryp Hotel que fica do lado de dentro do terminal 3 e que só pode ser acessado por quem já fez check-in para voo internacional.

Foi um luxo acordar uma hora antes do voo, tomar café e em cinco minutos já estar no portão de embarque! Não tem preço…na verdade tem sim 😂😂😂  a diária é de R$288 com café da manhã incluído mas valeu cada centavo por não ter que acordar de madrugada no frio com bebê pra ir pegar um voo e viajar o dia todo depois.

O Hotel foi construído pra Copa e tem uma excelente estrutura.

Hotel Tryp guarulhos terminal

Nosso café da manhã no Hotel

Mas quem pode se hospedar no Hotel dentro do aeroporto de Guarulhos?

O que se deve atentar, no entanto é que para ficar nesse Hotel você deve já ter despachado sua bagagem, ou seja, só pode fazer algumas horas antes do voo quando a cia já liberou seu check-in (a Latam por exemplo só 4 horas antes), ou se tiver vindo de uma conexão, como eu que venho de Foz e já tiver os cartões de embarque.

Falei um pouquinho também da nossa volta  nesse outro video aqui.

Outra super dica que quero dar pra vocês é sobre o Taxi Guarulhos, nesse link você consegue fazer a reserva do seu taxi com o melhor custo benefício, além de segurança. Eu já usei várias vezes e super recomendo!

Mais dicas de viagens internacionais e com família aqui!

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

Desafio de blogueiros Wanderlust

Fui convidada pela Vanessa do  Ciao Viaggio a participar do Desafio Wanderlust. Esse termo que veio do alemão muito comum no meio dos viajantes nada mais é que o desejo forte de vagar por ai, viajar sem rumo.

O desafio consiste em responder as 10 perguntas abaixo e o mais legal é que vocês podem  conhecerem um pouco melhor.

1. Quando e para onde foi o seu primeiro voo?

Lá pelo ano 2000, não lembro exatamente mas sei que foi quando comecei a trabalhar na hotelaria com 16 anos e fui para a feira de turismo da Aviesp em Águas de Lindóia. Acreditem ou não era com a Varig.

44579_1577262108551_7298027_n

Foto em Montevideo no Uruguay em 2007.

2. Para onde já foi e gostaria de voltar?

São tantos lugares…Mas acho que pro Japão e Bali seriam os que consigo pensar agora.

japao casal

3. Você está viajando amanhã e dinheiro não é problema, pra onde você vai?

Iceland. Entrou recentemente na minha lista de desejos.

4. Método preferido de viagem: avião, trem ou carro?

Gosto muito da idéia de viajar de carro, se for de motorhome então melhor ainda.

train alemanha.jpg

Esperando o Trem em Berlim 

5. Site preferido de viagens?

Para hotel booking.com e para aéreos Skyscanner.

6. Para onde você viajaria só para comer a comida local?

Vale falar para o Brasil? Morando na Austrália é o que mais sinto saudades (fora da família).

7. Você sabe seu número de passaporte de cabeça?

Sei o meu e o do marido 🙂 Sou boa em guardar números.

8. Você prefere o assento do meio, corredor ou janela?

Sempre preferi janela, consigo encostar e dormir facilmente mas agora com o #Babyviante tem que se corredor pra facilitar as idas ao banheiro e caminhadas.

9. Como você passa o tempo quando está no avião?

Adoro aproveitar o tempo no avião para colocar os filmes em dia, mas hoje em dia não dá nem pra respirar viajando com bebê!

10. Existe algum lugar para onde você nunca mais voltaria?

Existem lugares que eu fui não vejo necessidade de voltar porque já conhecí o suficiente, como Bangkok ou Coréia 

coreia.jpg

Na Coréia do Sul em 2014

E Agora vamos aos próximos desafiados a responderem essas 10 questões:

Vamos lá conferir as respostas deles? 🙂

E você, quer descobrir se é um wanderlist também? Descubra aqui

E não se esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

Como usar o Airbnb para reservar acomodação nas férias

Já falei pra vocês nesse outro post sobre as vantagens de se usar o Airbnb para reservar acomodação, o site de aluguel de casas que caiu na graça dos viajantes, inclusive na nossa.

Resolvi fazer esse post pois  percebo que ainda muita gente tem dúvida de como usar ou até mesmo sente insegurança para reservar as próximas férias por lá principalmente no Brasil pois aqui na Austrália todo mundo já esta acostumado.

casa airbnb

Foto que postei no Instagram da nossa casinha que alugamos na Páscoa (aproveita pra seguir a gente lá).

Quando pesquiso um destino e planejo uma viagem sempre pesquiso tanto no Booking.com como no Airbnb e vejo o que compensa mais. Também tenho em conta o destino e o tipo de férias, por exemplo se vamos ficar mais em casa, se queremos cozinhar mais e assim tomo minha decisão. Porque não adianta nada um hotel ser mais barato se a cidade é muito cara pra se alimentar em restaurante, então nesse caso o melhor mesmo é ter acesso a uma cozinha.

O legal também do Airbnb é que você não só pode reservar suas próximas férias como também alugar sua casa ou até mesmo só um quarto e fazer um dinheirinho extra 🙂

Como funciona?

  • Todos os usuários são verificados com documentação pelo site então é confiável que você recebera alguém real. Além disso você paga pelo site para não ter que negociar o pagamento com a pessoa da casa.
  • As pessoas recebem avaliações tanto das casas quanto os hospedes então sempre fique de olho na nota e nos comentários antes de fechar
  • As casas são Incríveis!!! Geralmente os locais tem tudo, já pegamos até com videogame. Por serem casas muitas vezes das próprias pessoas saindo de férias e relocando, a estrutura acaba sendo bem completa.
  • Você pode optar por ter a casa toda ou só um quarto privado dependendo da sua necessidade.

Mas atenção as pegadinhas na hora de decidir…

  • Sempre olhe o total com taxas pois eles cobram algumas coisas extra tipo limpeza e administração dependendo do lugar.
  • Geralmente você precisa pagar tudo na hora que fecha a reserva, e em alguns casos se cancelar não devolvem o dinheiro. Por isso muitas vezes prefiro o Booking.com com hotéis normais mesmo pois sempre escolho a opção possível de cancelar sem custos em caso de imprevistos.

airbnb como usar para acomodação

Se você ainda não tem cadastro no Airbnb use esse link abaixo e eu e você ganharemos um credito de aproximadamente $50 dólares australianos pra nossa próxima reserva, não é o máximo?

www.airbnb.com.au

***Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada hospedagem, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!

Visitando o Sul de Minas

Nossa primeira parada no Brasil foi em Santa Rita do Sapucaí no estado de Minas Gerais. Além de ir ver a família, amamos visitar essa região do Sul de Minas pelas lindas paisagens de verdes e montanhas, pela hospitalidade das pessoas, pela tranquilidade e paz que essas cidades trazem e claro pela culinária inigualável.

Sul de Minas estrada

Mas porque você deve ir para o Sul de Minas?

Quando morávamos em São Paulo essa região era nosso escape entre a correria do trabalho e das viagens agitadas, afinal até das férias precisamos descansar as vezes e porque não pegar um final de semana ou um feriado pra dirigir meio sem hora pra chegar, ir parando nas vendinhas de morangos e queijos pelo caminho, ou só tirar quantas fotos a gente quiser.

img_2919

Santa Rita do Sapucaí

É uma cidade daquelas que você se apaixona fácil. Tranquila e aconchegante, passagem obrigatória pra quem esta indo para Pouso Alegre por exemplo. Não tem como errar, quando avistar o Fernandão (Na foto acima), já sabe que esta chegando 🙂

A cidade também é conhecida como o Vale da Eletrônica devido ao número de cursos nessa área oferecidos por lá.

Santa Rita do Sapucaí  em MinasEssa é a pracinha onde tudo acontece. Várias boas lembranças dos passeios por ali.

E onde ficar?

Dessa vez tivemos a honra de sermos convidados pelo Hotel Real Palace para ficar com eles. E digo a honra porque o Hotel me surpreendeu muito. Não deixa a desejar em nada pra muitos hotéis que já ficamos, e na verdade dá uma lição no atendimento principalmente para famílias viajando com crianças.

Veja mais detalhes da Viagem no nosso video no Youtube

O diferencial na hospedagem

Geralmente quando pedimos para colocarem berço no nosso quarto em Hotel eles acabam sendo aqueles de viagens meio molenga, esse aqui do Real Palace parecia até o nosso de casa. Além disso eles foram super cuidadosos em colocar opções de travesseiros e a banheira para o banho do Samuel, ganharam meu coração.

quarto hotel berço

O quarto que ficamos além de um excelente espaço tem uma vista pra cidade bem linda.

O hotel ainda dispões de piscina e estacionamento próprio. Sem falar da fachada que me conquistou antes mesmo de me hospedar pelas fotos. Adoro prédios históricos, melhor ainda se for bem cuidado como esse.

hotel fachada historia

Agora o que não posso deixar de falar de jeito nenhum é da parte gastronômica. O café da manha estava demais! Tudo o que a gente queria, no melhor estilo colonial mineiro.

cafe da manha colonial

Uma variedade incrível de pães, bolos, pratos quentes e frutas que foi até difícil de escolher. Não preciso nem falar dos queijos né? Tinha até uma torta de linguiça no buffet que fez o maior sucesso. Tudo muito fresquinho e claramente preparado com muito amor.

img_4102

Saímos de lá com gostinho de quero mais! Com certeza o Sul de Minas  é uma opção a mais pra quem gosta de passeios no estilo de Campos do Jordão ou até mesmo Gramado. 

Para reservar o Real Palace Hotel vocês podem entrar em contato direto com eles por e-mail no reservas@hotelrealpalace.com (Excelente atendimento inclusive), ou através desse link do Booking.com que sempre recomendo pra vcs.

*E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais 🙂

Cerimônia de cidadania Australiana

Recebemos nosso certificado cidadãos australianos após participarmos do ato oficial de cerimônia que o governo organiza para quem optar ao receber a cidadania depois de ficar um certo período no Permanente Residentes.

No nosso caso tivemos que ficar 4 anos morando aqui e sendo 1 ano permanentes antes de poder aplicar.

cidadania australiana

cerimonia cidadania australiana

Mas o que muda pra gente como cidadãos Australianos?

O mais importante é que temos direito ao passaporte Australiano o que nos dá acesso a mais países com mais facilidade de visto 🙂

Outra coisa é que passamos a ter acesso a universidade com pagamento facilitado, como se fosse o FIES ai no Brasil, vamos dizer.

Mas além das vantagens, também temos alguns deveres como o de votar ou ir a guerra em caso de homens e se houver uma,  por exemplo.

E aqui o video contando como foi o grande dia da nossa cerimônia de cidadania

Quer saber mais sobre vistos para Austrália e possibilidades de ficar aqui? Veja esses outros videos e posts aqui. 

*E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais 🙂

Estilo de Vida com qualidade e saúde na Austrália

Como é o estilo de Vida na Austrália?

Que o estilo de  vida na Austrália é de muita praia, pique-nique nos parques espalhados por todos o lugares, e muita, muita gente fazendo exercício físico principalmente os que são praticados outdoor como por exemplo corrida, voley de praia, crossfit, natação, surf entre outros, todo mundo sabe.

piscina com mar australia

Muitos desses exercícios são praticados gratuitamente, afinal, não precisa pagar pra ninguém pra fazer uma caminhada ou dar um mergulho no mar (ou nas diversas piscinas públicas).

Mas porque na Austrália é mais fácil fazer exercícios e ser mais saudável?

  • A principal grande diferença é que na Austrália se tem segurança e infra-estrutura pra fazer atividades físicas na rua a qualquer hora e em qualquer lugar, por exemplo. O que te incentiva muito mais. Inclusive é muito comum as pessoas sairem para correr no horário de almoço por aqui.
  • Outra coisa é que o trabalho na Austrália se limita ao seu horário, ou seja, se você trabalha das 9 as 5pm (que já é uma hora a menos que no Brasil), você trabalha nesse horário e pronto. Muito difícil se levar trabalho para casa por aqui (Não é impossível).
  • É muito comum também todo mundo levar marmita pra onde vai, seja para o trabalho, pra um passeio ou qualquer lugar, o que te dá a opção de ser mais saudável (e o bolso agradece também).
  • Aqui se anda muito a pé e de ônibus o que faz com que sejamos mais ativos e menos sedentarios. Aqui também tem muitas ciclovias o que te facilita pra ir pra qualquer lugar de bike.
  • Além disso é que aqui ser healthy ou saudável é estar na moda. É muito mais legal tomar suco que refrigerante e faz parte do dia-a-dia de todo mundo, por exemplo. Palitinhos de cenoura e pepino são os lanchinhos favoritos da tarde de muita gente. Veja aqui mais sobre nosda alimentação aqui.

palitinhos de pepino bebe

E como é fazer exercícios pra quem tem filhos?

Já não sendo perfeito ter parques para fazer exercícios, a paisagem da praia pra animar ainda contamos coma ajuda de pessoas super bem dispostas para nos ajudar.

1381794_692319404125430_1793890449_n.png

Eu treino com a Yummy Mummy que é uma mãe de 3 filhos com corpo de dar inveja pra muitas jovenzinhas. Ela além de ser a motivação em pessoa, criou um grupo onde as mães podem levar as crianças junto como eu mostro nesse video.

Nesse eu paguei $180 o pacote com 10 aulas, mas tem um outro grupo que gosto bastante e que dá treinos gratuitos por várias regiões de Sydney é esse aqui. Não tem desculpa pra treinar mesmo! 

É ou não é uma dica de mãe? Pra saber mais sobre a maternidade na Austrália visite nosso post aqui.

*E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais 🙂

Porque usar o Instagram?

Muita gente me pergunta porque uso mais o  Instagram  ao invés de outras redes sociais e porque esse quadrinho de fotos se tornou minha opção favorita do momento.

fotos instagram viagens

Não sei muito dizer quando me apaixonei pelo Instagram de vez mas só sei que com o passar do tempo, pra mim o Facebook passou a ser  um tanto poluído pois você não só vê o que quer na sua time lime,  mas também o que o seus amigos compartilhar, curtem e assim vai. E nesse bolo todo acho que muita coisa se perde.

3 motivos porque gosto tanto do Instagram

  • Você só ver o que você segue ou procura pela #hashtag, então acaba selecionando o que aparece para você exatamente conforme seus gostos.
  • Caso queira saber o que as outras pessoas estão curtindo por exemplo, ai sim você tem a opção de procurar dessa forma.
  • É usado realmente como uma rede social. O que quero dizer com isso é que as pessoas postam fotos de momentos bons e especiais, dicas seja ela de viagem, maternidade, saúde etc. Tudo é feito com muito objetivo e compacto.

Além disso posto todos os dias um pouquinho da nossa vida na Austrália no Insta Stories (videos que somem depois de 24 horas), é muito divertido 🙂 

Não estou querendo dizer aqui que vivemos só de fotos lindas e dias perfeitos, mas é que acho que notícias sejam elas sobre política, segurança ou ate mesmo tragédias deveriam ser mantidas nos noticiários pois è pra isso que eles existem, não é?

Sei que essa opinião pode ser um pouco forte e polemica, mas vocês devem concordar comigo, mesmo aqueles que não ligam para redes sociais entram la para espairecer e ter uma pequena distração ou entretenimento de certa forma e só acho que isso não combina com o momento de relaxar. 

 

Screen Shot 2017-06-03 at 10_Fotor

Claro que o Facebook também tem suas vantagens, gosto muito de criar eventos por lá por exemplo, ou dos grupos (Inclusive temos um pra quem esta querendo vir pra cá o  “Nossa vida na Austrália “, e também o chat e chamadas de video.

Também amo as lembranças que ele nos trás a cada ano com as fotos dos momentos que tivemos na mesma data.

Agora, se você ainda não se convenceu, aqui vai 10 motivos para você começar a usar mais o Instagram: 10 Blogs de Viagem  que sigo e recomendo!!!

  1. Blog Fui Ali – Tudo sobre Barcelona aos olhos desse lindo casal 

Blog Fui Ali

2. Blog Uma Viagem Diferente – Escrito por Diego Arena com um toque de arquitetura img_2768-23. Blog Viajante Comum – A Cris tem fotos de diva incríveis daquelas de capa de revista

img_2769-24. Coisas que Amamos  – Blog de Viagens com um toque de life Style e logo logo maternidade como a gente 🙂 

img_2772-2

5. Casal com Rodinha nos pés – É um Blog de um casal super simpático que viaja pelo Brasil com sua Troller T4 demais, não? 

img_2770-2

6. Rota de Viagem – o Luan dá várias dicas de viagens que só um expert poderia dar. 

img_2765-2

7. Para onde fomos – Um blog cheio de amor <2 por um casal viajando a America do Sul img_2766-2

8. Nath Travel – Imaginem que lindas as fotos de uma designer Visual que ama viajar 

img_2774

 

9. Mil e Uma Viagens – A Dalila escreve sobre viagens pelo mundo todo com aquele toque de luxo. 

img_2764-2

10. Siga na Viagem – Blog com fotos de locais litorâneos, passeios do tipo aventura e paisagens de tirar o fôlegoimg_2767-2

Espero que tenham gostado da nossa seleção e não se esqueçam.: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.