Melbourne ou Sydney?

IMG_3334

 

Todo mundo que já esteve por aqui ou pesquisou um pouquinho sobre a Austrália sabe que as duas maiores cidades são Sydney e Melbourne.

Muita gente até se confunde e pensa  que uma das duas é a capital do pais, mas não é. A capital  na verdade fica entre as duas em Canberra. O que se escuta por aqui é que a cidade foi justamente escolhida no meio do caminho pois não conseguiram decidir em qual delas seria.

166705_4471556469897_607418458_n

Memorial de guerra em Canberra

Falando nesse assunto de disputa de capital, só pra vocês entenderem melhor rola até uma certa rivalidade entre Melbourne e Sydney. Acho que um bom exemplo seria assim como São Paulo e Rio de Janeiro.

Melbourne é conhecida como a Capital dos grandes eventos como Formula 1, Mundial de Tênis, entre outros, além da capital da arte e cultura e seus maravilhosos cafés. Mas também é conhecida pelo frio e a impossibilidade de ter uma vida praiana (Apesar de ser uma cidade costeira também), e como a maioria das pessoas que vem para Australia geralmente querem essa vida de sol e mar a cidade acaba não sendo o destino mais procurado nesse aspecto. Compararia Melbourne com São Paulo.

Quanto a Sydney sou suspeita pra falar, já que adotei a cidade como minha queridinha e brigaria até o fim pra dizer que a cidade é a mais linda e perfeita de todas. E assim como no Rio de Janeiro, a cidade é mais relax justamente pelo clima de praia e mais voltado para o Turismo.

As duas cidades tem grandes centros empresariais para se trabalhar, porém, não sei se é só minha impressão mas Sydney parece ter um pouco mais de mercado para tecnologia e visibilidade comercial internacional, já Melbourne fica a frente no quesito qualidade de vida pois a cidade tem ganhado em uma das primeiras do mundo nos últimos anos para se morar.

Mas isso é muito pessoal e depende do gostos e preferencias de cada um. Com certeza as duas tem suas belezas e diferenciais e depende do que você realmente queira conhecer ou ter no seu dia-a-dia caso venha para morar.

Eu amo praia e não gosto de frio então Sydney caiu certinho.

Quer saber mais sobre Sydney? Temos vários posts no blog falando sobre a nossa vida aqui. 

Fiz esse clipe com algumas fotos da nossa viagem para Melbourne espero que gostem

 

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais🙂

Clipe da nossa história pelo Mundo

Fiz um clipe contando um pouquinho da nossa jornada desde quando tudo começou e isso foi muiiito antes do Blog existir.

Já são 13 anos juntos, 9 anos de casados e há 4 morando na Austrália e seguindo na nossa missão de Família pelo Mundo 🙂
Mais de 20 países, muita bagagem e incontáveis aventuras
https://www.youtube.com/watch?v=WJ-GGs9aFaE

 

Mudando o visual de cabelo na Austrália

Dando continuidade a série #nossavidanaaustralia nesse vlog estou levando vocês comigo para mudar meu visual.


Pra vcs que moram na Austrália temos uma super novidade no final do video então assista e garanta seu desconto para fazer algo legal também.

Além disso faremos um sorteio aqui no canal em duas semanas, é só se inscrever no canal e deixar um comentário abaixo desse video para concorrer a uma reestruturação térmica de nanopartículas + corte + escova.

Esse e um novo serviço oferecido no Hair & Beauty by Marcia Bento em Rockdale para cabelos extremamente danificados.

Já tinha feito um post antes falando da dificuldade que é cuidar dos cachinhos fora do Brasil.

O melhor carrinho de bebê para levar no avião

Quando decidi ir para o Brasil sozinha com meu bebê de 7 meses na época sabia que precisava contar com a ajuda de um carrinho que pudesse me ajudar na jornada de mais de 24h de voo saindo aqui de Sydney, sem contar as paradas.

Fiz várias pesquisas e confesso que não achei muita coisa a respeito, por isso resolvi gravar esse video contando minha experiência com o Mountain Buggy Nano um dos menores carrinhos disponíveis no mercado.

Ele dobra tanto que pode ser levado como bagagem de mão em cima do avião o que foi indispensável na hora da escolha já que muita gente me dizia que poderia levar o carrinho até a porta do avião e que depois disso ele seria despachado e que me entregariam de novo no destino, porém algumas amigas tiveram problemas com essa entrega. Eu queria ter certeza que teria o carrinho, ou seja, queria que ele ficasse o tempo todo comigo e isso aconteceu.

Em alguns trechos os comissários até queriam despachar mas eu explicava o tamanho e a necessidade e eles entendiam, assim o carrinho ficava.

Estou usando esse carrinho aqui também no dia-a-dia e é ótimo pois é super leve.

E vocês já usaram algum carrinho como esse?

Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada hospedagem, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!

Como é o inverno na Austrália?

Não é novidade pra ninguém que eu não sou muito fã do inverno, mas esse ano ele foi bem generoso por aqui com bastante sol.

IMG_6169

Final de semana de despedida do inverno aqui na Austrália já que as estações apesar de serem idênticas as do Brasil iniciam sempre no dia primeiro do mês, ou seja desde quinta-feira dia 1 de setembro aqui já é primavera uhhuh!

Nem acredito que já passou e até não foi tão ruim 🙈😂 tá bom, sei que Deus fez as estações direitinho e por alguma razão específica mas não posso negar que minha vontade é gritar bem alto: Tchau inverno, já vai tarde! Bem vinda primavera

Dêem uma espiada no video para conferir como é a parte mais fria do ano na Austrália

Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada hospedagem, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!

Nossa Vida na Austrália no youtube

Oi Gente!

Novidades no ar…Gravei um video contando sobre como decidimos vir pra Austrália e como foi nossa trajetória até aqui para conseguir nosso visto permanente.

Montamos um plano estratégico e aqui estamos.

Vou começar a gravar mais videos do nosso dia a dia por aqui  e não só das viagens.

Se você também mora na Austrália conte pra gente sua trajetória. Pode ser por video, mensagem, comentário. Estaremos esperando.

Conheça um pouco da #NossaVidanaAustrália e use a hashtag pra contar a sua 🙂

Caminho de Queenstown para Christchurch

Já postei bastante coisa sobre a Nova Zelândia mas não poderia de forma alguma deixar o registro da cidade mais encantadora desse país, ou porque não arriscar dizer uma das mais incríveis que já conhecí lado a da lado com Paris ou Tóquio por exemplo.

_DSC0342

Queenstown é simples, tem ruas pequenas e se concentra toda ao redor do lago, mas tem um por-do-sol fascinante que se desfaz todos os dias refletindo nas montanhas ao redor do lago. Parece uma pintura daquelas que você não explica, tem que ver.

_DSC0277

Como se só o desenho do criador já não fosse suficiente a vibe da cidade consegue deixar tudo fenomenal. Shows aquáticos, atividades esportivas e gente descolada por todo lado.

_DSC0270

Os barzinhos e as opções culinárias também não deixam nada a desejar.

_DSC0302

Parada obrigatória no Cookie Bar que já virou marca registrada da cidade.

IMG_3395

Os hotéis ficam a maioria todos muito perto de tudo então não é muito difícil decider em relação a localização. Tivemos que dividir nossa estada antes do motorhome em dois hotéis por conta da disponibilidade mas confesso que adoro pois assim conheço mais opções.

Ficamos no Rieges e apesar do hotel estar em reforma, achei bem legal. Essa era a vista do nosso quarto para a piscina e montanhas (que não dá pra ver muito da foto).

_DSC0254

Quanto ao roteiro, Queestown não exige muito. É uma cidade pequena pra se caminhar e fazer não muita coisa, só curtir o visual e o clima. Ficaria no mínimo 3 dias. Ficamos isso e então subimos em direção a Christchurch, caminho que se fizer direto pode demorar apenas 6 horas mas levamos 2 dias pois queríamos ir sem rumo parando onde desse vontade, ainda mais viajando com um bebe de 5 meses.

Saimos de Queestown e passamos por Wanaka, Mount Cook, Tasman Glacial e Lake Tekapo.

E foi exatamente como fizemos e faríamos novamente, não mudaria nada do roteiro! Fizemos um vlog de grande parte da viagem, espero que gostem. Nesse video também mostramos um pouco mais da Motorhome por dentro.

Ufa, acho que deu sobre Nova Zelândia, mas se quiser saber mais confere os outros posts aqui 

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais 🙂

Foz do Iguaçu muito além das Cataratas

Muita gente pensa que ir pra Foz é só visitar as Cataratas, fazer compras no Paraguay e pronto. Até me perguntam se tem coisa pra se fazer em dois dias. Fico um pouco boba com essa pergunta, afinal tem tanta coisa pra se fazer em Foz que eu mesmo que sempre vou nunca dou conta de experimentar tudo.

Te garanto que com um roteiro de 7 dias ainda vai ser pouco pra aproveitar 🙂

Já contei pra vocês aqui no post de Foz do Iguaçu e também lá no canal quais são os meus lugares favoritos de visitar e comer quando vou para Foz. Não só porque cresci lá e amo a a minha cidade, mas sinceramente acho tudo muito barato e muito gostoso em questão de restaurantes e passeios.

IMG_5509

Minha sugestão principal pra comer algo legal e com bom preço continua sendo no Turrance Hotel, eles abriram o restaurante Le Jardin para o público e esta um arraso! No rodízio de massas aos sábados esta sempre lotado então é bom sempre confirmar o lugar. Pra vcs verem o quando gosto só esse ano fui 3 vezes lá. Tomei café da manha, provei o buffet de sopas e sem falar no cardápio a la cart que também é muito bom.

Levei a família toda, claro!

IMG_5293

IMG_5288

Buffet de Massas – Tive que pegar um pouco de cada rs

IMG_5289

Sopa de Agnolini

Outro lugar que tive o prazer de voltar foi no Fondue do Hotel Panorama. Foi um mix de sentimentos porque meu primeiro trabalho foi nesse hotel e a primeira vez que ouvi falar e provei fondue também foi lá 🙂

 

Um dos meus lugares imperdíveis é o Clube do Lado de Itaipu com rodízio de peixe – Amo!

Além de tudo delicioso dá vista para o Rio Paraná e o Paraguay

Pra fechar a sessão gordice não poderia faltar falar da Oficina do Sorvete, a sorveteria mais tradicional da cidade e adivinhem? Nosso primeiro encontro foi lá! Por acaso mexendo em algumas fotos achei o registro desse dia tão importante haha

IMG_5473.JPG

Deliciosa opção de “picole quente”

IMG_5321

Quem diria que depois de 13 anos estaríamos aqui do outro lado do mundo com nosso baby.

Nessas últimas férias tirei uns dias de turista pra fazer algumas coisas diferentes, fomos na Itaipu e no novo Marco das Três fronteiras que ficou um espaço super agradável inclusive para quem mora em Foz visitar.

Postei um video no canal com os melhores momentos dos passeios, espero que gostem.

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

O glacial escondido

_DSC0648

Sempre tive o sonho de conhecer alguma geleira ou como também são conhecidos, glaciais, aquelas paisagens azuladas que parecem de mentira geralmente com picos de gelo e icebergs no meio da água.

Quando fomos para a Nova Zelândia em Março deste ano fiquei toda empolgada com a possibilidade de visitar um desses lugares, porém teríamos que fazer um desvio muito grande e arriscado para chegar no Glacier mais conhecido. Pra nossa sorte, um amigo que estava fazendo o mesmo roteiro nos falou de uma outra geleira menos conhecida, mas que não sairia tanto da rota.

_DSC0615

Pra chegar nessa geleira basta ir em direção a vila do Mount Cook e chegando seguir as placas da Tasman. Ele não aparece no google maps mas garantimos que esta lá. Só subir as escadas e apreciar a vista.

_DSC0620

No nosso último video mostramos um pouco da subida de 20 minutos de escadaria pra poder ver o Tasman Glacier na Ilha Sul da Nova Zelândia. Não foi fácil com os 8 kilos extras do bebe mas a vista fez valer à pena.

Espero numa outra oportunidade voltar para Nova Zelândia e fazer os outros glaciais pois tenho certeza que também devem ser lindos.

_DSC0686

Dessa viagem pra Nova Zelândia…ainda teremos muitas histórias pra contar! continuem acompanhando 🙂

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.