Mala de Mão para viagens com bebês

Eu sei que viajar com bebê e criança pequena dá muito trabalho, e é por isso que eu quero te dar 6 dicas de como organizar a mala de mão para viagens com bebês e quais itens REALMENTE USAMOS DURANTE o percurso da viagem, seja ela de carro ou avião

Como arrumar a mala de mão para bebês

Te garanto que se você seguir esses passos nunca mais vai levar itens desnecessários e ter 300 mil malas mais seus pequenos para carregar.

Agora vamos para as 6 dicas de como arrumar a mala de mão do bebê para viagens.

  • A mala de mão basicamente é a mala do dia a dia, com algumas coisas adicionadas, ou seja, ela já está sempre pronta. O que geralmente vai em uma mala de mão:
  • fraldas extra
  • troca de roupas (organizadas em saquinhos separadores e de preferencia transparentes para facilitar na hora de ver o que tem dentro).
  • Itens de higiene (shampoo, pomada etc)
Viajando com bebê e criança você precisa estar com as mãos livres pensando nos documentos que vai precisar mostrar ou segurar o bebe o tempo todo.

E para preparar a mala de mão de viagens, você só precisa acrescentar algumas coisinhas:

  • mais trocas de roupas (depende da viagem);
  • remédios (fácil acesso melhor do que na mala grande)
  • Além disso, na mala de mão vão brinquedos para distrair a criança e também comidinhas (que considero uma das maiores ferramentas de distração, mas isso é assunto para outro post).
  • Leite em pó em saquinhos de viagem e mamadeiras/água se a criança usar.

E isso nos leva a Dica número 2 para mala de mão de bebês

Escolha uma mala prática, boa e resistente, pois essa mesma mala de mão você vai usar para levar nos passeios.
Bolsa de Bebê da Kipling que ja tenho a 5 anos
  • Dependendo da sua viagem e da distancia, se for de avião pode ser uma até de rodinhas que cabe tudo junto e você só arrasta.

A terceira dica é para que você Pense nos imprevistos

Sim, eles existem e eu gosto sempre de pensar nos imprevistos e me preparar antecipadamente para eles pois isso ajuda a evitar frustrações e expectativas sobre a viagem.

  • Se estiver viajando de avião, considere que sua mala pode ser extraviada;
  • Prepare a mala de mão para pelo menos um ou dois dias de uso com todos os itens básicos e essenciais
  • A mala de mão precisa ser suficiente para te atender por pelo menos este período. 
  • Caso a viagem não seja de avião, ter os itens principais do bebê na mala de mão facilita muito em qualquer parada que você precisar fazer uma troca.

A quarta dica é para que você tenha itens que facilite na hora da troca das fraldas

  • Ter uma espécie de carteira de fraldas e lenços umedecidos que vira um trocador portátil, pode te ajudar muito na hora de trocar o bebê sem ter que abrir toda a mala ou levar uma bolsa enorme quando for ao banheiro.
  • Itens como trocadores descartáveis para forrar e depois só jogar fora, se for num posto de gasolina por exemplo, ou uma rodoviária você não vai querer encostar o bebê ou as coisas dele em qualquer lugar não é?
  • Para crianças maiores a  minha dica é ter um protetor de assento de banheiro descartável para usar na rua, coisas desse tipo que apesar de não serem ecologicamente corretas nessas horas são necessárias. 
Babador descartável e saquinhos para fralda ou roupa suja

A quinta dica é para que você leve peças de roupa extra para você ou quem estiver te acompanhando na viagem.

  • A chance de acontecer um acidente durante a viagem e te sujar também é grande, falando de experiência própria aqui, vai por mim, rs.

E falando de experiências, já aconteceu comigo, despachei minha mala com a máquina de tirar leite, e adivinhem o que aconteceu? Tive que aguardar dois dias até ela aparecer, mas aprendi a lição de que itens indispensáveis vão na mala de mão. 

E finalmente a sexta dica é leve itens descartáveis para viagem

Então aqui vai uma listinha pra você levar na mala de mão do seu bebe:

Baby Tom brincando no avião com brinquedinho pendurado para não cair e sujar
  • Sei que no Brasil é muito normal ter tudo de pano, super fofo, mas pra viajar não é prático, pois assim você não precisa guardar sujo ou molhado (que acaba mofando)
  • Ex: se você está dentro do avião e não quer/não dá pra levantar da sua poltrona para ir no banheiro ou a criança está dormindo no seu colo, enfim. 
  • Babador descartavel;
  • Trocador descartável;
  • Lencinhos higienizadores (inclusive para limpar chupeta) 
  • Saquinhos para guardar roupa suja/molhada.

Espero que vocês tenham gostado dessas dicas para viagens com crianças, e se quiser saber mais quero te convidar para conhecer meu ebook aqui:

E lembre-se…planeja e SÓ VAI!

Como organizar as viagens em Família

Qual cena vem na sua mente quando você pensa em organizar uma viagem em família? Muitas malas, bagunça, criança doente, documentos, comida, você estressada…tudo ao mesmo tempo, certo???

Viagem com criança organização malas
Nós e as nossas malas para viajar com crianças

Eu acredito que se você está lendo este post é porque você assim como eu é mãe e talvez seja tão apaixonada quanto eu por viagens. E mesmo se não for tão apaixonada assim, quem é que não gosta de sair de casa um pouquinho e ter um tempo de descanso com a família, certo?!

Mas eu sei o que você está pensando ….”Mas Silvia, sair de casa pra viajar com as crianças dá um trabalho que eu volto pra casa mais cansada do que quando eu saí…” E acredite, eu super entendo esse sentimento…

Viagem com filhos e malas
Organizar as malas com criança não é uma tarefa fácil

E é por isso que eu estou aqui pra te convidar para participar da live que eu vou fazer amanhã no Instagram, onde eu vou te dar as melhores dicas que eu mesmo uso para você arrumar a mala de mão dos seus pequenos, para que tudo fique mais fácil na hora de sair de casa e você para que você realmente possa aproveitar melhor esses momentos únicos em família!

Tentando organizar o que levar para os filhos na viagem

Já convide as amigas que você sabe que precisa assistir essa live e coloque um lembrete na geladeira:

11/01 – BR – Segunda às 21h00

12/01 – SYD – Terça às 11H00

Quero aproveitar e te convidar para participar do nosso grupo no telegram Mães de “Primeira Viagem”. Esse grupo foi criado para ajudar você mãe de 1,2,3,4,5… a realmente descansar durante as viagens com os filhos pequenos. Além de te dar dicas por lá, você também vai poder tirar as suas dúvidas na hora de organizar as suas viagens.

Clique aqui para entrar no grupo do Telegram

Então te vejo no Telegram pra gente bater um papo sobre viagens com filhos 😉

Montando enxoval de bebê online pela Amazon

Já fiz alguns posts aqui falando sobre alguns produtos de bebê que amo e uso muito, também já fiz do nosso carrinho que é perfeito para levar no avião e ainda dei muitas dicas para mamães que viajam com bebê, mas também achei que seria interessante trazer para vocês aqui uma lista de itens adicionais que usamos muito nesses últimos 5 anos de maternidade, seja eles viajando com bebê, passeando pela nossa cidade ou mesmo em casa.

A maioria desses itens de enxoval de bebê compramos online na Amazon, o que facilita muito a vida das mamães pois você pode comprar produtos do mundo todo no conforto da sua casa.

Crie sua lista de presentes gratuitamente pela Amazon aqui:

Exoval de bebê online e os itens que mais usamos para viagens e passeios
Enxoval de bebê online pela Amazon e os produtos que mais usamos

Todos esses itens foram testados e aprovados pela gente, é por isso que eles estão aqui na minha lojinha de recomendações da Amazon.

http://www.amazon.com/shop/silviamedinatravel

Onde montar enxoval de bebe online?

Um outra dica que já dei aqui, é que se você esta esperando bebê, ou já tenha filho, a melhor coisa é montar uma lista de presentes online, eu sugiro fazer isso pela Amazon mesmo pois dá pra encontrar todos os itens, você não paga nada por isso e ainda pode compartilhar com a Família toda as suas preferencias (E acabar com aquela situação de receber presentes que você não estava precisando para o seu bebê).

Que tal também montar uma lista para aquela amiga e ainda surpreender ela com um chá de bebê virtual? Tenho certeza que ela vai amar. Eu explico como funciona tudo neste post, inclusive vocês podem compartilhar presentes como por exemplo o carrinho de bebê ou a baba eletrônica, como fizeram 4 casais de amigos aqui e nós adoramos o presente.

Agora vamos aos itens que eu gostaria de indicar para o seu enxoval de bebê

Esses são itens que usei muito tanto em viagem com bebê como também no nosso dia-a-dia

Banheira – eu super recomendo essa pois é inflável e você leva na mala (além de ser super fofa). Nós usamos bastante quando fomos para o Brasil passar quase 2 meses, ou seja, se for pra uma viagem rápida pode ser que você não sinta falta, mas imagina dar banho no bebê pesado no colo por semanas sem ter onde colocar ele. Veja mais detalhes aqui https://amzn.to/36UqcWr 

Alguns itens de uso durante viagens e passeios com bebê infelizmente precisam ser descartáveis como babador, trocador (mesmo que você tenha um portátil é bom ter esse para forrar o local), e além disso recomendo sacolinhas descartáveis para colocar o coco ou guardar roupa suja em caso de acidente ou sujeira de comida que você não vai querer que suje outras coisas.

Descartáveis muitos uteis para usar nos passeios com bebê

Algo que todo mundo tem dúvida é sobre como fica a alimentação do bebe quando saimos de casa. Para quando o bebê começar a comer, invista em lancheirinhas ou bolsas termicas isolantes, temos várias opções com tamanhos e cores e dependendo da ocasião usamos, mas em especial quero recomendar os funtainers” da thermos que conservam os alimentos quente ou frio por até 7 horas e é perfeito para levar comida de verdade.

Termica para comida bebês

Algo que precisa ser bem equipado tanto em casa quando em viagens, é a farmacinha do bebê e algo que ninguém dá valor (até precisar) é o Nosefrida, esse sugador que eu particularmente achava estranho, e hoje não vivo sem. Bebê pequeno não sabe assoar o nariz então essa “ferramenta” acaba sendo indispensável pra gente não só nas viagens, mas no nosso dia a dia também. 

Nosefrida sugador de nariz nenem

E nada mais importante que ter um bom berço quando sair de casa. Já usamos vários modelos de Travel cot / berço e esse foi o que mais gostamos, além de ser super leve (menos de 4 quilos)  https://amzn.to/36Wcl26

Melhor berço de viagens

Guia de viagens com bebê para Mães de primeira viagem (ou segunda, terceira…)

Se você gostou desse post e quer mais dicas para viajar com seu bebê, não deixe de baixar meu guia GRATUITO com 12 dicas práticas de como viajar com bebê.

Guia prático de Viagens para Mães de Primeira Viagem

Desde que o Samuel meu primeiro filho nasceu em 2015 eu mudei muito. No início tinha muito medo de sair de casa e todos os meus planos mirabolantes de viajantes quase ficaram estacionados, afinal a criança não vem com um guia pronto para mães de primeira viagem, não é mesmo?

Para mudar isso eu tive que decidir começar a sair, tive que encarar e começar aprender tudo do zero de como lidar com uma criança na rua e a a me libertar daquele sentimento onde achava que tudo poderia dar errado e vencer também o sentimento de culpa que toda mãe tem no início.

Com o tempo descobri que é verdade, muita coisa pode sim não dar certo quando estamos viajando ou saindo com criança, mas nem por isso você precisa deixar de viajar ou curtir.

Descobri também nesses 5 anos de experiência que existem sim formas de evitar a frustração e o perrengue, e são essas dicas valiosas que eu quero compartilhar com você nesse Guia que esta indo de presente para você

Guia prático de Viagens para Mães de Primeira Viagem

Aqui na Austrália existe uma tradição dos “12 days os Christmas” baseado nos dias entre o natal que os magos traziam presentes para Jesus e por isso nos próximos 12 dias irei falar sobre cada um dessas 12 dicas lá no meu Instagram e com mais alguns “presentinhos” a mais e no dia 12/12 vou trazer uma grande surpresa então, se você não me segue, já corre lá e aproveita para ativar as notificações para não perder nenhum dia.

Espero que gostem pois foi preparado com muito carinho e gratuito com a intenção de ajudar a todas as mam˜aes de primeira viagem, ou não, a viajarem mais.  

Até a próxima viagem
Silvia Medina
@silviamedinatravel 

Vila Galé Cabo de Santo Agostinho Resort

Após 5 anos morando na Austrália eu já não me aguentava mais de saudades das praias, da comida e das pessoas que só lá a gente encontra. Foi então que resolvemos juntar o útil ao agradável e viajar para o Vila Galé Eco Resort do Cabo de Santo Agostinho em Pernambuco, só a uns 40 min do aeroporto de Recife.

2017-06-16 20.18.01

Além disso, queríamos que a minha sogra tivesse um tempo de qualidade conosco e achamos que viajando com ela para um Hotel com tudo incluído seria o melhor jeito da gente descansar e parar um pouco pra aproveitar esse momento juntos em Família (Já falei bastante sobre isso aqui). 

Como escolhemos o destino e o Hotel?

Procuramos escolher a melhor opção dentro dos padrões de Resort x custo benefício x localização que a gente pode, tendo em vista que estávamos fazendo uma viagem longa do Brasil pra Austrália com um bebê e que iríamos ainda viajar muito pelo Brasil pois nossa família fica em Foz do Iguaçu.

Infelizmente pegamos época de chuva e inverno em Junho, mas mesmo assim deu pra aproveitar um pouco.

Registramos todos os detalhes nesse video:

Mas o que realmente achamos do Vila Galé?

No geral, o Hotel atendeu as expectativas, porém acho importante ressaltar que entre as opções do Brasil é uma das mais simples.

Os quartos eram bons (nada de mais, nada de menos), o espaço do Hotel é fantástico, muito verde, praia ali na frente dos quartos e ponto.

vista quarto vila galé recife

Recreação/atividades – quase não usamos e também não senti muita presença deles. Nas noites temáticas esperava ter mais de Brasil, Axé, nordeste e só se ouvia música do estilo eletrônica inclusive na piscina (teve até funk).

Funcionários – Acho que já no check-in faltou aquela alegria da hospitalidade nordestina. Não tivemos informações básicas como por exemplo saber que existia um menu especial para Bebês, que inclusive foi muito bem elaborado, mas se ninguém avisa para que que serve não é?  Agora os funcionários do restaurante (garçons) foram excelentes!!!

Como era a Alimentação all inclusive no Resort?

Senti um pouco de falta da culinária nordestina, principalmente pra gente vindo de fora estávamos com muita vontade de experimentar as delicias do nordeste e acho que não tinha muita opção neste sentido.

Se quiser saber ainda mais dicas de viagens com bebê baixe agora meu guia GRATUITO para mães viajantes.

Achei a variedade em todas as refeições muito boa, ou seja tinha muita coisa pra comer toda hora, porém acho que as vezes menos é mais, poderiam diminuir as opções e melhorar na qualidade principalmente nos petiscos do bar e lanches da tarde.

O café da manhã que é sempre algo que destaco nas minhas fotos do Instagram por exemplo, acho que também ficou a desejar, pouca variedade de pães e bolos. O Hotel que ficamos em Minas que era bem menor dá um show neles.

Outra coisa que não achei legal foi a forma que o restaurante a La carte é oferecido. Você precisa pegar uma fila durante o dia que demora sério, no mínimo meio hora para tentar reservar os restaurantes opcionais se não quiser o buffet. Acho que isso deveria ser mais claro no site do hotel pois só fala que existe e não que tem limitação (te limitam a usar esses restaurantes dependendo das noites que você tem).

a la carte vila gale

Não posso deixar de dizer que apesar da dificuldade de reservar, as opções a la carte são excelentes. 

Um paraíso a parte: o SPA

Pegamos um dia inteiro de chuva – graças a Deus – por causa disso acabamos caindo lá no maravilhoso spa e fizemos massagem, utilizamos as piscinas aquecidas e as hidros. Achei tudo muito lindo e bem organizado, além de um ambiente super relaxante com estilo das  famosas casas de massagem asiáticas. Perfeito!

Spa Vila Gale recife

Não estou dizendo que não voltaria ou não gostei, mas acho importante ressaltar minha sincera opinião em todos os detalhes, não só no que gostei mas no que também acho que poderia ser diferente. Acho que é dessa forma que se evitam frustrações.

Veja aqui minhas dicas do que levar numa viagem com bebê

Pra mim, o que faltou principalmente foi aquele calor do nordeste, até pelo que falei no início que era justamente o que queríamos sentir. Talvez por ser uma rede portuguesa e ter uma visão mais voltada para um público diferente do que eu estou acostumada, como por exemplo o All Inclusive Club Med. 

Espero ter outra oportunidade para conhecer outros hotéis da Rede Vila Galé e quem sabe ter uma outra impressão, e não só essa de Cabo do Santo Agostinho.

Não poderia terminar esse post sem antes agradecer mais uma vez a Vivenda Turismo pelo apoio de sempre. Eles nos ajudaram a fazer todas as reservas mesmo estando aqui do outro lado do mundo em Sydney até Recife e o Vila Gale do Cabo de Santo Agostinho, são especialistas em resorts e viagens de luxo.

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais.

O que é HomeExchange

Quando eu falo que usamos o programa do HomeExchange para viajar mais barato, entre muitas outras dicas que dou aqui, muita gente pensa que para isso você precisa disponibilizar sua casa para outras pessoas se hospedagem e acaba não ficando a vontade com essa opção.

O que as pessoas não sabem é que pra usar este programa na verdade você não precisa necessariamente receber outra pessoa na sua casa, e sim usar apenas a opção de “troca por pontos” como moeda sem ter que deixar ninguém nunca hospedados na sua casa.

Mas como o HomeExchange funciona então?

Só de se inscrever no programa de HomeExchange e preencher seu perfil você já vai ganhando pontos como podem ver nessa tabela da foto abaixo.

Mesmo que você coloque os dados da sua casa no cadastro (que precisa ser feito para se inscrever), não quer dizer que você precise receber alguém na sua casa, você pode simplesmente deixar ela como indisponível no calendário e mesmo que receber alguma solicitação de troca é só você não aceitar e pronto.

Mas então se não vou receber ninguém na minha casa, como vou conseguir mais pontos para ir pra casa de alguém?

Você pode ganhar pontos indicando pessoas para participarem do programa (como eu estou fazendo aqui), ou mesmo comprar pontos, que neste momento custam $1.5 AUD por ponto por exemplo.

Mas então porque não usar AIRBNB então?

O que eu senti do programa do HomeExchange é que as casas são geralmente de pessoas que tem uma casa de férias mesmo, e que querem usar o programa para mudar o cenário e ir para outros locais, mas não necessariamente pessoas comercializando suas casas e com um fluxo muito grande de gente ficando, o que torna um pouco mais pessoal e também uma utilização menos frequente das casas, o que pra mim me passa mais segurança do que ficar em um AirBnb que tem gente diferente todo final de semana (principalmente em tempos de Covid).

Eu já falei bastante aqui sobre o AirBnb e gosto muito de usar também, mas acho que um pouco o AirBNB já virou um comercio e tem gente que só vive disso, o HomeExchange ainda é algo que seus membros e famílias, fazendo com que seja algo muito mais tranquilo.

Eu já fiz 3 trocas por pontos aqui na Austrália e estou gostando muito, vejam só como foi a nossa experiência neste video.

Para se tornar membro do HomeExchange você paga uma taxa de aproximadamente AUD$200 por ano, mas não se preocupe, você só para quando realizar sua primeira troca, ou seja, se nunca se hospedar nunca vai pagar 🙂

Eu conheci o programa de troca de casas pela Mae no Mundo e neste post ela também explica tudo direitinho (Assim você não precisa só confirmar na minha opinião hahah)

Como eu me reinventei durante a Pandemia

Como vocês sabem esse ano a pandemia afetou todo mundo, em especial a minha área de trabalho que é o turismo, tanto na “vida real” quanto no mundo virtual de onde venho investindo nos últimos anos como criadora de conteúdo através do meu blog aqui, canal no youtube e instagram.

A minha forma de monetizar o blog sempre foi com pequenos ganhos de reservas de hotel aTravés do Booking.com, por exemplo, mas com a queda nas viagens esse valor que já não era muito caiu praticamente pra zero.

Por isso tive que me reinventar, readaptar e finalmente pensar em alguma outra forma de continuar a ganhar alguma coisa ainda fazendo o que eu amo e sempre fiz: indicar produtos que uso e amo, trazendo dicas de verdade pra vocês.

Pensando nisso, resolvi reunir meus produtos favoritos em uma Loja Virtual de Recomendações da Amazon como Associada deles.

Estou focando em itens de maternidade/viagens com bebê que sempre indico, mas independente dos produtos que vocˆês possam comprar, se e clicarem por este link, ou colocarem algo da minha lista no seu carrinho (mesmo que não forem comprar), me ajudam muito!

Visite minha lojinha aqui:

https://www.amazon.com/shop/silviamedinatravel

Uma outra forma de nos “Ajudar” é se inscrevendo para o Amazon PRIME, é de graça por 30 dias nesse link e quem quiser so testar é uma boa pois tem várias vantagens como frete grátis, filmes, música e vários outros produtos.

https://amzn.to/3kgKEVX

Especialmente agora que ninguém pode viajar, acho que é uma ótima oportunidade para comprar aqueles produtinhos que a gente só acha quando tá viajando. Falando nisso, tenho um post aqui só com dicas dos produtos que amo e sempre comprei por lá, muito antes de pensar em reunir esses itens numa lojinha e este video contando sobre tudo isso pra vocês.

Também fiz outro post explicando como mandar presentes daqui da Austrália para o Brasil de uma forma muito fácil.

Como era meu Desk ou Home Office antes da Pandemia

E vocês, o que tem feito para se reinventar durante essa pandemia? Vou adorar saber mais.

Como enviar encomenda da Austrália para o Brasil

Desde que vim morar na Austrália sempre tento mandar coisas para a minha família no Brasil, afinal nada mais gostoso do que receber uma caixa cheia de presentinhos especiais escolhidos pelas pessoas que amamos, não é? Mas geralmente mandar uma caixa dessas custava muito e demorava uma vida pra chegar, então eu acabei manda só umas duas vezes e desisti, sempre deixava pra levar quando fosse para o Brasil, mas agora com a pandemia isso ficou ainda mais difícil pois não sabemos quando iremos poder ir.

Procurando alternativas de como mandar coisas pro Brasil e depois de muita pesquisa, fiquei sabendo que o post office, o correio daqui não estava mais mandando e pra mandar por empresas particulares como Fedex ou DHL estava custando a partir de $250 AUD, além de que algumas vezes aqui mesmo não quis arriscar a comprar e mandar e talvez não chegar ou demorar e eles terem que pagar pra retirar.

Resolvi mandar um presente para os meus sobrinhos do Brasil e mandei esse livro ( fica a dica tem pra presente pois fala de como cuidar do seu corpo), e chegou em alguns dias. Mandei 3 livros e paguei AUD $26 o que não foi nada pra mim que paguei aqui em dólar e deixou 3 crianças felizes lá.

Agora que deu certo já estou planejando mandar pra família toda, ainda mais agora que , em especial agora na época de final do ano uns presentinhos de Natal não seria nada mal, ainda mais se pudermos pagar aqui e em AUD valorizado que esta 🙂 

Algumas dicas de como enviar os produtos da Amazon da Austrália para o Brasil:

  1. Quando você vai mandar daqui pro Brasil o site da Amazon irá te direcionar para Amazon Brasil e criar tipo uma outra “conta”de lá pra você;

 2. Quando colocar o endereço de onde irá entregar no Brasil também vai te mostrar se o produto esta disponível lá (pq as vezes tá dispo pro seu address aqui só)

3. Nós testamos várias vezes e o pagamento estava voltando, pelo que entendemos tem que usar um cartão de crédito e não débito, e claro habilitar na hora de usar para online/internacional (você faz isso no app mesmo do CBA na hora)

4. Muitos produtos tem frete grátis se tiver o Prime, neste link vocês conseguem 30 dias grátis (Já aproveita pra comprar os presentes de todo mundo dentro desse período free). https://amzn.to/3kgKEVX 

Se tiverem alguma dúvida só perguntar, Já falei neste post sobre todos os outros produtos amazon que compro e amo, se usarem meus links eu ganhos uns pontinhos também e ficarei muito feliz 🙂

https://www.amazon.com/shop/silviamedinatravel

Espero ter ajudado vocês a encontrar um jeitinho de fazer seus familiares se sentirem um pouquinho mais perto recebendo encomendas da Australia no Brasil neste ano que estamos todos tão distantes, pelo menos fisicamente.

Se quise

Como se manter motivado em tempos difíceis?

Eu sempre gostei de trazer aqui para o Blog dicas de viagens, passeios, coisas boas sobre a nossa vida na Austrália, mas neste momento onde eu sei que muita gente esta passando por tanta coisa difícil, achei que seria muito egoísmo da minha parte não compartilhar algo a mais com vocês, e pensando nisso, gravei alguns videos falando um pouco da minha história de vida, como cheguei até aqui e como faço para estudar cada vez mais e manter o foco para ir mais longe.

Superando os desafios para estudar

Morar longe da família e com filhos, sem quase ajuda nenhuma aqui torna tudo muito mais desafiador, em especial quando a gente decide investir na nossa carreira e nos nossos sonhos, mas não existe impossível pra quem quer.

Nesse vídeo falo um pouco sobre como eu estudo, que horas, onde e como faço cursos da Harvard, MIT e outras universidades gratis pela plataforma EDX.

Eu sempre estudei em escola pública e sem muito acesso a informação ou luxo, mas com muito esforço consegui estabelecer minha carreira e família aqui na Austrália (Veja mais sobre a minha história neste post).

Nunca imaginei que hoje eu estaria aqui falando inglês e aprendendo tanta coisa, mas algo com certeza não tenho dúvida que foi tudo aquilo que Deus colocou no meu coração e ele nunca esquece dos sonhos dEle.

Estou continuando a série com outros videos, convidando também outras pessoas que são exemplo de motivação aqui na Austrália, continuem assistindo que vem muito mais por ai.

Siga a gente também lá no insta, quero inspirar e motivar você com a nossa vida na Austrália todos os dias. https://instagram.com/silviamedinatra…

Explorando a South Coast de Sydney

Já fizemos milhares de viagens de carro aqui na Austrália, mas geralmente focamos mais na parte norte, que vai do nosso estado de NSW até Queensland onde existem muitas opções para turismo, mas devido a pandemia não podemos viajar para quase nenhum outro estado, e principalmente o fato de não podermos fazer nenhuma viagem internacional fez com que a gente conhecesse alguns lugarzinhos especiais por aqui, o que não dá pra reclamar, porque afinal acabamos gostando muito dos lugares por onde temos passado 🙂

Veja mais sobre o Turismo e a Pandemia nesse video lá no canal.

Dessa vez conseguimos dedicar mais tempo para conhecer a Costa Sul do Estado de New South Wales, que eu sempre deixei de lado pois pensava que não tinha muita coisa pra fazer e acreditem, estava enganada.

Qual é melhor, South ou North Coast de NSW para uma Road Trip?

A parte mais conhecida da South Coast é Jervis Bay, que merece com certeza uma viagem a parte, mas também achei que as praias de Gerroa e 7 miles beach não deixam nada a desejar.

Já tinha ouvido falar muito sobre Kiama, mas nunca tinha ido e ficamos muito surpresos com a cidade e as praias, principalmente com a Blowhole que é um atrativo a parte, um fenômeno que acontece quando a água bate nas pedras e espira para cima.

Fizemos parada e passamos apenas o dia lá na ida e na volta, mas ficou aquele gostinho de quero mais e pretendemos voltar pois tem uma estrutura para famílias incrível e eu faria uma viagem só pra explorar essa área.

E onde se Hospedar na South Coast de NSW?

Ficamos em Bomaderro Motor Inn e super recomendo porque além de ficar no miolo de tudo, entre todas as cidades, tem mercado próximo e o quarto que pegamos era um conjugado de 2 quartos interligados com uma sala/cozinha bem completa, o que nos deixava com um excelente espaço, em especial pra quem esta viajando com criança.

Outra coisa é que esse lugar é ideal para viajar com outras famílias e amigos pois cada um pode pegar um quarto e ficar todos no mesmo lugar com um valor bem acessível.

Além das cidades de praia conhecemos também a charmosa Berry que normalmente seria um lugar só de passagem pra quem esta indo para outros lugares, mas que adoramos explorar mais as lojinhas, encarar a fila e provar os Donuts da Donut Van que é super famosa, ir na fábrica de doces, e ainda o highlight do lugar pra mim que foi a Silos State Vinícola – Peguei todas as dicas maravilhosas desses lugares com a querida Cassie, que tem tudo lá no Blog dela também.

Além ser um lugar lindo, com degustação de vinho, você pode ver também las as fofas alpacas.

Se já não fosse suficiente, finalmente conhecemos ainda Kangaroo Valley, outra cidade histórica linda, com cafés fofos, um pub super kids-friendly (só esse lugar já é o atrativo) chamado Friendly Inn, a Hampden Bridge e um cenário incrível na estrada (talvez a parte mais bonita), inclusive vale avisar que é um caminho bem sinuoso.

Berry e Kangaroo Valley são cidades bem pequenas e você pode tirar um dia para conhecer as duas e caminhar por alí.

Espero que tenham gostado e não se esqueçam de seguir a gente no IG para dicas de viagens e vida na Austrália todos os dias @silviamedinatravel

Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada hospedagem, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!

%d blogueiros gostam disto: