Caminho de Queenstown para Christchurch

Já postei bastante coisa sobre a Nova Zelândia mas não poderia de forma alguma deixar o registro da cidade mais encantadora desse país, ou porque não arriscar dizer uma das mais incríveis que já conheci lado a da lado com Paris ou Tóquio, por exemplo.

Viagem com filhos

Viagem internacional com bebê

Queenstown é simples, tem ruas pequenas e se concentra toda ao redor do lago, mas tem um por-do-sol fascinante que se desfaz todos os dias refletindo nas montanhas ao redor do lago. Parece uma pintura daquelas que você não explica, tem que ver.

Nova Zelandia em família

Nova Zelândia com bebê

Como se só o desenho do criador já não fosse suficiente a vibe da cidade consegue deixar tudo fenomenal. Shows aquáticos, atividades esportivas e gente descolada por todo lado.

roteiro nova zelandia

roteiro Nova Zelândia – Queenstown

As lojinhas, os barzinhos e as opções culinárias também não deixam nada a desejar.

roteiro nova zelandia com filhos

Queenstown

Parada obrigatória no Cookie Bar que já virou marca registrada da cidade.

dicas nova zelandia

Os hotéis ficam a maioria todos muito perto de tudo então não é muito difícil decidir em relação a localização. Tivemos que dividir nossa estada antes do motorhome em dois hotéis por conta da disponibilidade mas confesso que adoro pois assim conheço mais opções.

Tivemos que dividir nossa estada em duas pois queríamos ficar no Crowne plaza somente mas não tinha disponibilidade para todo o período então ficamos também no Rieges.

Apesar do hotel estar em reforma, achei bem legal. Essa era a vista do nosso quarto para a piscina e montanhas (que não dá pra ver muito da foto).

Nova Zelandia Hotel

Quanto ao roteiro, Queestown não exige muito. É uma cidade pequena pra se caminhar e fazer não muita coisa, só curtir o visual e o clima. Ficaria no mínimo 3 dias. Ficamos isso e então subimos em direção a Christchurch, caminho que se fizer direto pode demorar apenas 6 horas mas levamos 2 dias pois queríamos ir sem rumo parando onde desse vontade, ainda mais viajando com um bebe de 5 meses.

Saímos de Queenstown e passamos por Wanaka, Mount Cook, Tasman Glacial e Lake Tekapo.

View this post on Instagram

#tbt de hoje não poderia ser outro senão da nossa viagem pra #novazelandia e olhando pra essa foto me vieram tantas lembranças dessa viagem, as boas e as não tão boas, afinal viajar com bebê de qualquer idade não é nada fácil (assim como ficar em casa também não 🤷🏻‍♀️). Estávamos indo de Queenstown pra Christchurch quando vimos esse rio de cor de um azul inexplicável, paramos na beira da estrada, desci até lá e o Chris tirou a foto de dentro do motorhome, sem precisar tirar o Samuel do carro e mais as 200 mil coisas que precisaria levar pra sair com ele (👶🏻=🍼🍼🍼👜🧢👕🧦🐶🦖) e sem planejar muito. E aqui fica mais uma vez minha dica de viagem com bebê, afinal com criança não dá pra ter roteiro perfeito e querer fazer tudo mas sim aprender a aproveitar cada momento como esse 💎 #viajandocomcrianças #viajandocombebe #silviamedinanewzealand

A post shared by Travel Family 👨‍👩‍👦‍👦 (@silviamedinatravel) on

E foi exatamente como fizemos e faríamos novamente, não mudaria nada do roteiro!

Fizemos um vlog de grande parte da viagem, espero que gostem. Nesse video também mostramos um pouco mais da Motorhome por dentro.

Ufa, acho que deu sobre Nova Zelândia, mas se quiser saber mais confere os outros posts aqui 

E não esqueçam: Use os links dos parceiros encontrados no blog, ganhamos uma pequena comissão, SEM TAXAS EXTRAS PARA VOCÊS, e assim ajuda a gente a viajar mais pelo mundo, contar para vocês e nosso trabalho a crescer ainda mais 🙂

Anúncios

Christchurch na Ilha Sul da Nova Zelandia

Mais um post de viagens da nossa série Nova Zelândia dessa vez visitando Christchurch na Ilha Sul.

Dessa vez contamos um pouco da nossa impressão ao visitar Christchurch nossa última cidade do roteiro no país antes de retornar para Sydney.

Ficamos hospedados no BreakFree on Cashel um dos poucos prédios que ficaram de pé após os terremotos. Os quartos são bem pequenos mas tem uma estrutura interessante, tipo de Hotel Ibis, tudo novinho, prático e direto. A localização é bem boa, apesar de que achei o atendimento um pouco a desejar mas para uma curta estada tá bom.

 

Fiquei muito mexida e um pouco emocionada com a cidade pois esta foi praticamente destruída por terremotos nos últimos anos.

Apesar de tudo ainda sim gostei muito da cidade e do que vi por lá, organização, limpeza e uma vontade de recomeçar 🙂

***Para saber mais sobre como organizamos nossas viagens e como ajudar o blog a crescer use esse link do Booking.com assim ganhamos uma pequena comissão em cada reserva, sem nenhuma taxa a mais na sua reserva!